Notícias | Portugueses | USCC

USCC / Long Beach: Rescaldo

Wayne Taylor Racing volta a vencer e Barbosa termina em quinto

por Andrew Remedios, 21 de Abril de 2015 Sem Comentários

© IMSA

O United Sportscar Championship disputou a sua 3ª prova da temporada no passado fim-de-semana em Long Beach com as categorias P e GTLM e apenas 17 carros, mas com muita acção, tendo sido vitoriosos o conjunto da Wayne Taylor Racing em Protótipos e um dos BMW da Team RLL em GTLM, enquanto que João Barbosa ficou-se pelo 5º lugar, mantendo no entanto a liderança no campeonato.

Protótipos: Irmãos Taylor dominantes e Barbosa afastado da frente

Ricky e Jordan Taylor foram as estrelas do fim-de-semana com os irmãos a dominaram quase por completo a competição. Foi Ricky que colocou o Corvette DP #10 da Wayne Taylor Racing na Pole e que arrancou forte no início da prova, impondo o seu domínio até ao momento da troca de pilotos a meio da prova de 100 minutos. Foi apenas nesse momento que o Riley Ford EcoBoost #01 da Chip Ganassi Racing conseguiu passar para a frente momentaneamente. Scott Pruett se manteve sempre relativamente próximo do Corvette DP e aproveitou o melhor desempenho do Ford EcoBoost em termos de combustível para se manter em pista mais duas voltas do que Ricky.

Quando as paragens terminaram, e apesar de Joey Hand ter perdido 2 ou 3 segundos no arranque das boxes, o Riley Ford #01 surgia na frente de Jordan no Corvette #10. No entanto, a liderança foi curta porque 4 minutos depois das paragens (e 44 minutos do fim), Jordan colocou o Corvette DP na frente mais uma vez. Hand ainda tentou aproximar-se ao longo do resto da corrida e nas últimas voltas os dois viram-se ‘envolvidos’ na luta pelo 3º lugar em GTLM, que poderia ter acabado por reabrir completamente a luta pela vitória mas Jordan teve um pouco mais de sorte nas dobragens e terminou a corrida 3 segundos a frente de Hand.

Foi uma corrida praticamente a dois já que o resto da concorrência ficou praticamente afastado da luta desde muito cedo. O Corvette DP #90 da VisitFlorida.com Racing terminou em 3º lugar a mais de 20 segundos de Jordan Taylor e teve uma corrida praticamente a solo já que os dois Corvette DP da Action Express Racing não tinham o ritmo desejado, ficando cada vez mais distanciados do Corvette de Michael Valiante e Richard Westbrook a medida que o tempo passava.

© IMSA

© IMSA

Christian Fittipaldi colocou o Corvette DP #5 em 4º lugar durante o seu turno mas durante a vez de João Barbosa, o português enfrentou um colega de equipa Dane Cameron que estava veloz no Corvette DP #31. O americano fez a melhor volta da corrida durante o seu turno e encurtou a distância para o portuense acabando por ultrapassá-lo nos últimos minutos. Barbosa e Fittipaldi conseguiram, mesmo assim, segurar a primeira posição no campeonato, liderando agora Westbrook e Valiante por apenas um ponto.

“A corrida não correu muito bem. Tínhamos um carro competitivo mas infelizmente não conseguimos ter a posição em pista”, afirmou João Barbosa em exclusivo ao Le Mans Portugal.“Quando os andamentos são muito idênticos é difícil em pistas destas ultrapassar e isso acabou por acontecer. O Christian perdeu 1 posição na partida e a partir daí foi uma corrida sempre ao ataque para tentar recuperar o tempo perdido. Infelizmente a menos de 15 do fim deu um toque no muro e empenou a suspensão traseira, passamos para 5º lugar. Nessa altura preocupei me apenas em trazer o Corvette até final e acumular pontos. Não foi a nossa melhor corrida, mas são situações que acontecem. Temos agora um grande desafio pela frente já em Laguna Seca. Historicamente esta pista não tem sido muito boa para nós, seria excelente alterarmos essa situação é podermos voltar aos lugar no pódio. É importante sermos consistentes e rápidos para mantermos a 1ª posição no campeonato!”

O Ligier JS P2 Honda #60 da Michael Shank Racing teve um fim-de-semana apagado. O P2 estreava-se em circuito citadino e ficou sempre atrás dos DPs (inclusivamente atrás do melhor em GTLM nos treinos e do DeltaWing), tentando uma estratégia de duas paragens na corrida para tentar aproveitar-se de uma neutralização que nunca chegou a acontecer. O DeltaWing também não foi feliz, abandonando depois de apenas 12 voltas com problemas eléctricos.

© RLL Racing

© RLL Racing

GTLM: BMW volta a vencer após muita luta com Ferrari

Os dois BMW Z4 GTE da BMW Team RLL chegaram à prova de Long Beach com menos 10 kg de peso e mais capacidade de depósito (neste último caso semelhante aos Ferrari e Porsche) e aproveitaram para ocupar a primeira fila da grelha da categoria. Mas quando arranca-se logo a frente dum Ferrari 458 Italia da equipa de Giuseppe Risi com um piloto como Giancarlo Fisichella, há que ter cuidado. O italiano arrancou bastante forte e não só ultrapassou John Edwards no BMW #24 pouco depois da meta como roubou a liderança a Bill Auberlen no BMW #25 na primeira curva. O italiano segurou a vantagem durante a primeira parte da prova e Pierre Kaffer continuou o domínio na segunda metade até ao momento em que o despiste dum Protótipo a sua frente forçou o alemão a sair da trajectória normal e desse modo danificar os seus pneus, baixando o seu desempenho nos momentos finais. Desse modo, Dirk Werner no BMW #25 pôde reduzir a desvantagem até ultrapassar o Ferrari nos 10 minutos finais e vencer a corrida, dando à equipa de Bobby Rahal a sua primeira vitória desde 2013 (prova de Lime Rock Park no antigo ALMS).

A BMW podia ter conquistado a segunda posição se o #24 não tivesse tido alguns azares ao longo da corrida. Primeiro, na única paragem nas boxes, a equipa teve dificuldades em colocar um dos pneus. Lucas Luhr ainda conseguiu recuperar a 3ª posição pouco depois mas na última parte da corrida o alemão começou a ter dificuldades com os travões, acabando por sair de pista caindo outra vez para 5º lugar.

A Corvette Racing e a Porsche North America tiveram ambos provas algo discretas. Apesar de se terem qualificado em 4º e 5º, os Corvette estavam um pouco abaixo dos BMW e Ferrari, e os Porsche ainda mais para trás estavam. O Corvette CX7.R #3 só se viu no pódio por causa do infortúnio de Luhr. Logo no arranque da corrida, Oliver Gavin no Corvette #4 se envolveu com Patrick Pilet no Porsche 911 RSR #912 quando o francês tentava ultrapassar o britânico na primeira curva. Os dois chocaram com o Porsche a bater de lado no muro provocando um peão ao Corvette. O Porsche perdeu 14 voltas nas boxes enquanto que Gavin teve que fazer uma paragem devido a um furo. Tanto um como o outro ficaram afastados da frente logo nesse momento. O Corvette #3 levou sempre vantagem sobre o Porsche #911 tirando nos minutos finais quando Fredèric Makowiecki forçou o ritmo, alcançando o Corvette #3, tentando pressionar e ultrapassar Antonio Garcia quando já estava em jogo a 3ª posição na corrida.

USCC / Long Beach: Corrida

P.ºCl.N.EquipaChassis / MotorVLTDif.P.º CL.
1.ºP10Wayne Taylor Racing Corvette DP78(1h40:59.571s)[ 1.º ]
2.ºP01Chip Ganassi RacingRiley DP78+3.300s[ 2.º ]
3.ºP90VisitFlorida.com RacingCorvette DP78+18.242s[ 3.º ]
4.ºP31Action Express RacingCorvette DP78+21.864s[ 4.º ]
5.ºP5Action Express Racing [ Barbosa ]Corvette DP78+50.468s[ 5.º ]
6.ºP60Michael Shank RacingLigier JS PS276-2 voltas[ 6.º ]
7.ºGTLM25BMW Team RLLBMW Z4 GTE76-2 voltas[ 1.º ]
8.ºGTLM62Risi CompetizioneFerrari F458 Italia76-2 voltas[ 2.º ]
9.ºGTLM3Corvette RacingChevrolet Corvette C7.R75-3 voltas[ 3.º ]
10.ºGTLM911Porsche North AmericaPorsche 911 RSR75-3 voltas[ 4.º ]
11.ºGTLM24BMW Team RLLBMW Z4 GTE75-3 voltas[ 5.º ]
12.ºGTLM17Team Falken TirePorsche 911 RSR75-3 voltas[ 6.º ]
13.ºP07SpeedSource Mazda75-3 voltas[ 7.º ]
14.ºGTLM4Corvette RacingChevrolet Corvette C7.R74-4 voltas[ 7.º ]
15.ºP70SpeedSourceMazda74-4 voltas[ 8.º ]
16.ºGTLM912Porsche North AmericaPorsche 911 RSR60-18 voltas[ 8.º ]
17.ºP0DeltaWing RacingDeltaWing DWC1320-58 voltas[ 9.º ]

O USCC volta agora no início de Maio novamente na Califórnia com a corrida de 2 horas e 40 minutos de Laguna Seca em Monterey onde voltarão a estar em pista as 4 categorias e onde deveremos voltar a ver as neutralizações de corrida que fizeram uma pausa desta vez.