Le Mans | Notícias | WEC

24 Horas de Le Mans

Viper de regresso a Le Mans pelas mãos da Riley Technologies?

por Hugo Ribeiro, 2 de Janeiro de 2015 Sem Comentários

© SRT

A Riley Technologies, o construtor/preparador americano do Viper GT3, está a tentar montar um programa que permita levar o Viper GTS-R a Le Mans. Em entrevista ao site racer.com, Bill Riley revelou os planos para colocar a marca americana de novo na clássica francesa.

Em entrevista ao site americano racer-com, Bill Riley, Vice-Presidente e Engenheiro-Chefe da Riley Technologies — e Director de Equipa da SRT Motorsports — revelou que a Riley está a colocar em marcha um programa para levar os Viper GTS-R de novo às 24 Horas de Le Mans. Se bem se lembram, a Chrysler terminou abruptamente o programa oficial da marca em Outubro, após a conquista do título de equipas e pilotos do USCC, mas o interesse da Riley poderá dar uma nova vida ao carismático GT. Apesar da Riley ser o preparador oficial dos Viper GT3-R, Bill Riley deixa claro que este “é (um projecto) completamente privado — a Chrysler não está envolvida”

“Sim, é verdade,” afirmou Bill Riley ao jornalista Marshall Pruett sobre o rumor de que a sua estrutura estaria a tentar levar os carros a Le Mans. “Temos falado com algumas pessoas em termos de GTE Pro e GTE Am. Nada está feito, mas o encerramento das candidaturas a uma entrada nas 24 Horas de Le Mans é só dentro de poucas semanas, e temos de pôr algo em marcha rapidamente. Adorávamos competir com os Viper em Le Mans de novo pois este carros são bons demais para ficarem parados.”

Riley está confiante de que o carro será competitivo em Le Mans, e revela mesmo que há conversações com o ACO para acertar o BoP. O projecto é sólido, e a equipa que o colocará em pista é basicamente a mesma do programa de fábrica já que era a própria Riley que assegurava este em nome da SRT Motorsport, mas no final será a capacidade de juntar os pilotos certos, assim como orçamento certo, para que este se concretize. A entrevista nada refere sobre a eventualidade do carro continuar no USCC ou rumar a outras paragens,

Não é certo quantos chassis estarão disponíveis de facto, mas talvez este envolvimento da Riley possa ditar o fim de um alegado programa para a classe GTE no ELMS com base no Viper. Embora nenhuma equipa se tenha realmente mostrado disposta a trazer o GTE americano para a Europa, Michel Mac Burnie — o responsável pelo programa Viper (GT3) para a Europa — afirmou que havia uma forte possiblidade do Viper GTS-R competir no Campeonato Europeu em 2015.

Fonte: Racer.com