Notícias | Portugueses | WEC

WEC / 6H Fuji: Corrida

Toyota e Aston Martin vencem não-corrida!

por Hugo Ribeiro, 20 de Outubro de 2013 2 Comentários

© FIA WEC

© FIA WEC

As 6 Horas de Fuji foram um verdadeiro murro no estômago. Esperava-se uma corrida equilibrada, uma grande luta Audi/Toyota, muita emoção e competitividade nas restantes classes, e tivemos uma mão cheia de nada. A chuva, nada de propriamente incomum nesta altura do ano em Fuji, surgiu em quantidades bíblicas, e apesar de três tentativas de dar inicio à prova ao longo de quatro horas, o desfecho final foi o obvio: a prova acabaria cancelada. Destaque para as dezenas de milhares de fãs que marcaram presença em Fuji, que, na larga maioria não arredaram pé. Teríamos nós aqui na Europa feito o mesmo?

Foi um triste espectáculo aquele a que assistimos esta madrugada (em Portugal) nas 6 Horas de Fuji, ou melhor, nas 16 voltas atrás do safety-car de Fuji. É obvio que a organização nada pode fazer quanto à quantidade bíblica de água que caiam dos céus do Japão, mas podiam ter terminado a prova com alguma dignidade. No final, apesar de apenas terem sido cumpridas 16 voltas, todas elas atrás do safety-car, os organizadores acharam que estavam reunidas as condições para que houvessem pódios, vencedores e vencidos, e até pontos distribuídos. Tudo pareceu tão falso e desesperado, que até uma boa parte dos pilotos, no pódio, não conseguiam disfarçar o desconforto e a incredulidade ao receberem  um prémio pelo qual pouco ou nada fizeram.

© FIA WEC

© FIA WEC

Se a decisão de terminar a corrida de vez foi claramente a mais acertada, e eram evidentes as dificuldades em rodas com a chuva que caia abundantemente — opinião unanime ou quase entre pilotos e chefes de equipa —, já o que se seguiu roçou o inacreditável. Com 16 voltas cumpridas atrás do safety-car, não teria sido mas sensato adiara a corrida? Seria, mas com os carros a precisarem de ser embarcados (sim, vão de barco como medida de redução de custos logísticos) esta segunda-feira rumo à China, um país que não propriamente conhecido pela sua flexibilidade alfandegária, onde terá lugar a próxima prova, pelo que nada poderia ter sido feito neste capitulo. Mas também podia-se simplesmente cancelar a prova, incluindo pódios e atribuição de pontos, e evitar este sabor a falsidade.

Vá lá, ouve a sensibilidade de não prejudicar os pilotos que não se sentaram ao volante — ignorando o regulamento — atribuindo apenas metade dos pontos em disputa, mas nem sequer metade da prova foi cumprida... nem sequer um sexto da prova (salvaguarde-se que o relógio continuou a contar o tempo mesmo com os carros parados na recta da meta)! Segundo o Art.º 22 do regulamento Desportivo, “Se uma corrida for suspensa pelo Director de Corrida e não possa ser retomada, não serão atribuídos pontos de o líder não tenha cumprido mais de duas volta, serão atribuídos metade dos pontos se o líder completar mais de duas voltas e menos de 75% da duração original da corrida, e a totalidade dos pontos se for concluída mais de 75% da duração da corrida.”, e de facto foram cumpridas mais de 2 voltas, mas nunca em situação de bandeiras verdes. O bom senso apelava a uma simples anulação da prova, mas fica também claro que este ponto precisa de ajustamento. E já nem falamos no tempo mínimo que cada piloto deverá cumprir ao volante para pontuar...

© FIA WEC

© FIA WEC

Quanto à corrida, ou ao que pareceu chamar-se uma corrida, pouco ou nada há a dizer. A classificação poderia muito bem ter sido a mesma da sessão de qualificação, não fossem algumas equipas terem sofrido problemas ainda durante a saída das boxes para a formação da grelha: o Aston Martin de Pedro Lamy e o Corvette da Larbre tocaram-se já em pista e regressaram à box, e o Toyota #8 não conseguiu sair para a grelha durante o período estipulado tendo de largar do final da linha de boxes. Depois foi a vez do Audi #1 entrar na box sem qualquer razão aparente — e posteriormente receberia uma inócua penalização —, seguindo-se três tentativas sem sucesso de por o espectáculo em andamento.

[table “609” not found /]