Notícias | Portugueses | WEC

WEC / 6H Bahrain: Qualificação

Toyota conquista primeira linha para a última prova do ano — Porsche também faz a dobradinha na qualificação

por Press Release (edição: Hugo Ribeiro), 29 de Novembro de 2013 Sem Comentários

© FIA WEC

E eis-nos chegados ao final da temporada 2013 do Campeonato do Mundo de Resistência. As 6 Horas do Bahrain arrancaram na passada quinta-feira com as primeira sessões da treinos livres, um dia dominado pela Toyota, e embora hoje, na terceira e última sessão, a Audi ainda tenha conseguido marcar posição, na sessão de qualificação a marca nipónica ocupou os dois lugares da frente para a prova de amanhã. Os títulos LMP1 estão decididos, mas a season finale do WEC 2013 está longe de ser apenas para cumprir calendário. Na GTE Pro, a Porsche estreou a versão 2014 do 911 RSR, estreia essa que começou com uma dobradinha na classe.

Após a sessão de qualificação dos GTs (desenvolvida após o rescaldo dos LMPs), com o lusco-fusco a chegar ao Bahrain International Circuit e com as temperaturas a cair, cinco LMP1 e nove LMP2 entraram em pista para a última sessão de qualificação do ano. No final dos habitualmente tensos 25 minutos de sessão, foi a Toyota a ocupar por completo a linha da frente, reclamando também a segunda pole-position consecutiva.

A utilização de diferentes compostos nos pneus Michelin, quando comparado com a terceira sessão de treinos livres durante a manhã, foi, de acordo com Kazuki Nakajima, a chave para o Toyota TS030 #7 reclamar a pole-position. O piloto japonês e o colega de equipa, Alex Würz, conseguiram um tempo combinado de 1:42.449 que os colocou à frente do #8 de Sarrazin e Davidson por apenas 0.332 segundos.

Dois décimos atrás dos Toyota ficou o primeiro dos dois Audi R18, o #1 de Lotterer e Fassler, com um tempo combinado de 1:42.976, apesar de Fassler ter feito um esforço final para melhorar o seu tempo médio. No quarto lugar ficou o Audi #2 dos novos Campeões Mundiais, apenas a 0.169 segundos dos seus companheiros de equipa, enquanto no quinto lugar ficou o único LMP1 privado, o Lola Toyota #12 da Rebellion Racing com Nicolas Prost e Mathias Beche ao volante.

LMP2

Na classe LMP2, o Oreca Nissan #49 da Pecom Racing, pilotado por Nicolas Minassian e Pierre Kafer, reclamou a primeira pole desde as 6 Horas de Spa, no início da temporada, com um tempo médio de 1:50.941. Este tempo colocou o único LMP2 equipado com pneus Michelin na liderança da classe, à frente dos seus rivais — o Oreca Nissan #26 da G-drive Racing de Martin e Conway —  por uma margem de apenas o.o62 segundos. O Morgan Nissan #24 da OAK Racing, da dupla Pla/Brundle, irá arrancar da 3ª posição da classe, com o tempo de 1:51.718 a colocá-los à frente do Zytek Nissan #41 da Greaves Motorsport, onde o estreante Jon Lancaster fez uma excelente trabalho ao lado de Bjorn Wirdheim, ao colocar o LMP2 à frente de equipas mais credenciadas.

© Porsche Motorsport

© Porsche Motorsport

GTE Pro: Porsche na pole na estreia no 911 "spec 2014"

Muitos sorrisos na box do Team Manthey com a dobradinha na última qualificação da temporada 2013 na classe GTE Pro: o Porsche 911 RSR #92 da Porsche AG Team Manthey, com Richard Lietz e Marc Lieb, conquistou a primeira pole da temporada, embora tudo prometesse correr mal no início da sessão quando Lietz foi forçado a parar na box com a caixa de velocidades bloqueada em terceira. Uma actuação rápida dos mecânicos da Porsche colocou rapidamente o piloto austríaco de novo em pista. Junto do Porsche #92, na linha da frente, encontra-se o carro irmão de Jörg Bergmeister e Patrick Fillet, que terminou a sessão apenas a 0.123 segundos da pole position, com um tempo médio de 1:58.960.

O Aston Martin Racing de Darren Turner e Stefan Mücke, líder do campeonato, terminou no lugar da frente da segunda linha da grelha, quando Turner subiu desde a 6ª posição na derradeira volta lançada, antes mesmo da bandeira de xadrez. Desta forma, irão largar ao lado do seu maior rival na luta pelo título, o Ferrari 458 Italia #51 da AF Corse de Gianmaria Bruni, que este fim-de-semana tem como companheiro de equipa Toni Vilander. o Aston Martin #99 de Bruno Senna, Ritchie Stanaway e Pedro Lamy irá largar da 5ª posição, tendo a seu lado o Ferrari #71 da AF Corse de Giancarlo Fisichella e Kamui Kobayashi.

GTE Am

Na classe GTE Am, o Aston Marting Vantage #95 de Christoffer Nygaard, Nicki Thiim e Kristian Poulsen conquistou a sua 6ª pole da temporada, desta vez por uma margem mínima. O tempo médio de Nygaard e Thiim ficou-se pelos 2:00.303, apenas 0.034s mais rápido que o Ferrari #81 da 8 Star Motorsports, com Rui Águas, Davide Rigon e Enzo Potolicchio. A 3ª posição na classe GTE Am foi também conquistada pelo actual líder do campeonato, o Aston Martin de Jamie Campbell-Walter e Stuart Hall, com os duplos vencedores a terem de novo ao seu lado, para o final da temporada, Roald Goeth. O tempo de 2:00.496 foi apenas dois décimos mais lento que a pole dos seus companheiros de equipa, e apenas 0.031s mais rápido do que o tempo do Ferrari #61 da AF Corse com Matt Griffin, Emmanuel Collard e Francois Perrodo.

Os rivais mais próximos de Campbell-Walter e Hall para o título de pilotos, apenas conseguiram o 5º melhor tempo no Porsche #76 da IMSA Performance Matmut.  Raymond Narac, Jean-Karl Vernay e Markus Paltalla fizeram um tempo médio de 2:99.880, quatro décimos mais rápido que o Porsche #88 da Proton Competition. O Corvette #50 da Larbre Competition apenas havia realizado uma volta quando Patrick Bornhauser regressou à box. Os mecânicos bem procuraram a razão do problema debaixo do capô, mas o Corvette não cumpriria mais nenhuma volta.

Vinte e oito carros irão amanhã alinhar na grelha de partida para as 6 Horas do Bahrain, numa corrida que que se iniciará às 15h locais — 12h em Portugal e terminará já de noite. A prova poderá ser acompanhada na íntegra no site oficial do WEC e do ACO, ou no canal Motors TV. O canal Eurosport transmitirá os primeiros 20 minutos de corrida, regressando pelas 17 horas da tarde para seguir a última hora de prova, com os comentários, como sempre, a cargo de João Carlos Costa e Ricardo Grilo.

[table “620” not found /]