Notícias | WEC

World Endurance Championship

Toyota confirma programa para 2015

por Hugo Ribeiro, 30 de Janeiro de 2015 3 Comentários

© Toyota

A Toyota confirmou hoje o seu programa para 2015 no Campeonato Mundial de Resistência, e a grande novidade é... é que não há novidades. Depois de tanto rumorzinho sobre pilotos, tudo ficou na mesma! Como aliás já havíamos afirmado...

Apesar das insistentes (e pouco fundamentadas) notícias dando conta de algumas deserções no seio da Toyota, a verdade é que, para além da já anunciada substituição de Nicolas Lapierre (diz-se por aí ter encontrado guarida na Lexus Team SARD do Campeonato Japonês de Super GT...a ver vamos, mas para já será apenas piloto de testes e desenvolvimento da Toyota), não há qualquer mexida extra, excepto formação das triplas de pilotos. Assim, o TS040 #1, para além dos campeões em título Anthony Davidson e Sébastien Buemi terá agora o piloto Kazuki Nakajima, enquanto no #2 veremos ao longo da temporada Alex Würz, Stéphane Sarrazin e Mike Conway.

“É com grande felicidade que confirmamos o nossos alinhamentos de pilotos para 2015. Trabalhamos com os nossos pilotos há vários anos e com isso desenvolvemos uma relação muito forte. Esta estabilidade e consistência tem sido um parte significativa do nosso recente sucesso, pelo que planear 2015 e para além de 2015 era uma prioridade. Com base na nossa experiência em 2014, decidimos alterar os alinhamentos de pilotos em cada carro, e acreditamos que tal nos dará uma performance optimizada dado que as características de condução individuais estão agora mais compatibilizadas. Todos os nossos pilotos venceram provas do WEC, e estamos conscientes de que irão aumentar o seu palmarés nesta temporada e no futuro,” comentou Yoshiaki Kinoshita, Team President da Toyota Hybrid Racing.

A Toyota confirmou ainda o programa de dois carros para o WEC (e nas entrelinhas estará um possível referência a um acordo de presença no WEC por vários anos, que se tem vindo a comentar nos bastidores), mas não faz qualquer referência específica a Le Mans, o que nos leva a crer que uma vez mais o construtor nipónico não irá levar um LMP1 extra à grande clássica francesa, o que teoricamente os prejudica frente aos seus principais rivais. A confirmação de apenas seis pilotos é também outro sinal, mas até à revelação da lista de inscritos — ou comunicação da Toyota que o confirme — essa é ainda uma possibilidade em aberto. Jean-Eric Vergne, piloto que testou com a Toyota durante o defeso, está entre as possíveis escolhas para o lugar de piloto de testes da marca nipónica, o que deverá ser confirmado nos próximos dias, após mais uma sessão de testes que envolverá ainda Kamui Kobayashi e Mathias Beche.

Fonte: Comunicado de Imprensa da Toyota