Le Mans | Notícias | WEC

World Endurance Championship

Tom Kristensen, o Sr. Le Mans, diz adeus às pistas

por Hugo Ribeiro, 19 de Novembro de 2014 2 Comentários

© Audi

Nas próximas 24 Horas de Le Mans não haverá Sr. Le Mans ao volante de um carro. Tom Kristensen anunciou hoje a sua retirada da competição após a season finale do WEC em São Paulo. A decisão já era esperada embora muito julgassem que o iria fazer após antes do início desta temporada, altura em que Allan McNish decidiu também pendurar o capacete,

Com 47 anos, nove vitórias nas 24 Horas de Le Mans, sete nas 12 Horas de Sebring e um Título de Campeão Mundial de Resistência, o piloto dinamarquês Tom Kristensen anunciou hoje o fim da sua carreira como piloto profissional. Um decisão de certa forma esperada para final da temporada de 2013, após ter coroado a sua já bem recheada carreira com o título de Campeão Mundial de Resistência, mas também após o impacto pessoal causado quando o amigo Allan Simonsen perdeu a vida durante as 24 Horas de Le Mans do mesmo ano.

Na conferência de imprensa que teve lugar em Copenhaga, na sua Dinamarca natal, Kristensen afirmou que “Sempre me disseram que saberia quando a hora de parar chegasse e não tive esse sentimento até agora. Nos últimos meses, os meus pensamento em volta da retirada têm vindo a aumentar, e, por isso, informo todos que irei retirar-me da competição automóvel. Ainda me sinto no pico da minha forma, e tenho toda a força mental dentro e fora do carro, mas sempre foi importante para mim parar quando ainda estou em cima e ainda sou capaz da melhor performance pela Audi.”

“Tive o privilégio de conduzir para a melhor equipa e para o mais 'cool' construtor automóvel nos últimos 15 anos,” acrescentou Tom Kristensen no comunicado de imprensa da Audi Motorsport. “Tive grandes colegas de equipa e trabalhei com pessoas fantásticas. Conquistou muitos títulos e vitórias e vivi momentos de grande emoção. Com a Audi, fui capaz de conquistar vários títulos e vencer inúmeras corridas e assim como viver momentos emocionais inesquecíveis. A minha senda de vitórias nas 24 Horas de Le Mans não seria possível sem a Audi. Deixar esta equipa como piloto é muito difícil para mim, mas este dia iria chegar eventualmente. Só posso agradecer a todos na Audi por todo o tempo que passámos juntos e mal posso esperar por assumir as minhas novas funções na marca e na Audi Sport".

“Naturalmente que a retirada de um piloto como Tom Kristensen é uma grande perda para a Audi Sport Team Joest e para todo o mundo das corridas de resistência.” afirmou Dr. Wolfgang Ullrich, Director da Audi Sport. “Compreendemos a sua decisão de querer parar enquanto está no pico da carreira. Ele é o último membro, ainda em actividade, de uma geração de pilotos com os quais a Audi se iniciou nos sport-protótipos. O Tom têm competido Campeonato Mundial de Resistência com Campeão Mundial em título, e tem mostrado que ainda é uma dos melhores e mais rápidos pilotos de sport-protótipos do mundo. Iremos sentir a sua falta como piloto, mas ele vai continuar a apoiar-nos com a sua experiência e personalidade. Ficamos contentes por o Tom ter sido e continuar a ser um 'Audian' de alma e coração.”

A última corrida de Tom Kristensen serão as 6 Horas de São Paulo — que terão lugar a 30 de Novembro — a season finale do WEC 2015.

Palmarês (Endurance)

1x Campeão Mundial de Resistência (2003)
9x Vencedor das 24 Horas de Le Mans (1997, 2000-2005, 2008, 2003 — recordista)
4 Vitórias no Campeonato Mundial de Resistência, FIA WEC
1x Campeão LMP1 do American Le Mans Series (2002)
7x Vencedor das 12 Horas de Sebring (1999, 2000, 2005, 2006, 2008, 2009, 2012 — recordista)
1x Vencedor de Petit Le Mans (2002)

© Audi

© Audi