Notícias | Portugueses | WEC

WEC / 6H Shanghai

Toda a Informação sobre as 6H de Xangai: Antevisão, Inscritos, Programa e Transmissão

por Hugo Ribeiro, 7 de Novembro de 2013 2 Comentários

© FIA WEC

© FIA WEC

Depois da verdadeira "não-corrida" que foi as 6 Horas de Fuji, a caravana desloca-se do pais do sol nascente para o império do meio. As 6 Horas de Xangai terão lugar este sábado, com a luta por diversos títulos ainda ao rubro, nomeadamente na classe GTE Pro e o título Mundial de Pilotos.

O WEC prossegue este fim-de-semana na República Popular da China. Com vários títulos em discussão, entre eles o de Campeão Mundial de Resistência de Pilotos, a hora das decisões está a chegar com duas provas ainda a discutir. Na China, em Xangai, alguns deles poderão já ficar decididos, mas outros terão mesmo de esperar pelo derradeiro evento do ano no Bahrain.

Depois de um triste espectáculo no Japão, com uma prova reduzida a 16 voltas atrás do safety-car e inevitavelmente cancelada pelas fortes chuvadas que se fizeram sentir no circuito de Fuji — com a Toyota a reclamar uma vitória cujo valor é pouco mais do que nulo — espera-se bem mais para a etapa chinesa. No majestoso circuito de Xangai, que no sábado dificilmente irá encher as suas enormissimas bancadas centrais (a menos que o exercito popular, tal como na F1, seja convocado em massa), a já campeã Audi terá uma vez mais pela frente os dois Toyotas que, surpresa das surpresas, irão mesmo realizar a restante temporada após a Toyota ter confirmado após Le Mans o contrário. Ganha o espectáculo, até porque (e tardiamente) a Toyota começa a dar sinal de vida... a menos que volte a chover a potes!

Na classe GTE Pro, Aston Martin, Porsche e Ferrari (AF Corse) irão uma vez mais degladiarem-se em pista por um título de construtores e outro de pilotos e mais um de equipas, que podem, mas dificilmente serão arrebatados já este fim-de-semana. Valerá a pena ficar acordado madrugada fora? Isso lá é pergunta que se faça?

Antevisão

LMP1: Toyota Procura vencer.. a sério!

O WEC prossegue este fim-de-semana China depois de uma desoladora prova em Fuji, cortesia de uma monumental chuvada. A Toyota Hybrid Racing  venceu, mas apenas por mero acaso de uma corrida que não foi de facto corrida, e para as 6 Horas de Xangai, o objectivo passa por desta vez vencer a sério. Ficamos sem saber se as boas indicações dadas em São Paulo e em Austin de facto se traduziram em vitórias em pista, de igual para igual com a sua rival alemã, mas tudo leva a crer que na China as condições (meteorológicas) estarão reunidas para que possam ver em que pé se encontra a Toyota. Os vencedores de 2012 estarão ao volante do #7,  Würz e Lapierre, e tal como no ano passado Nakajima não marcará presença dado o facto de ter lugar no mesmo fim-de-semana mais uma prova da Super Formula, antiga Formula Nippon. No #8, DavidsonSarrazin e Buemi como habitualmente.

Lotterer e Duval também estão envolvidos na Super Formula (Lotterer é companheiro de equipa de Nakajima e deverá conquistar o título 2013 mesmo não indo à final), mas a prioridade é clara: a luta pelo título Mundial. Luta essa que se resume às duas equipas da Audi, e que poderá ficar já resolvida no próximo sábado. Ao Audi #2 de KristensenMcNish e Duval, bastará um 4º lugar para se sagrarem Campeões Mundial, conquistando assim Kristensen o título que lhe faltará juntar às 9 vitórias em Le Mans. Para os seus colegas de equipa do #1, os actuais Campeões Mundiais,  LottererTréluyer e Fässler, só a vitória interessa mas não chegará se os colegas de equipa não ficarem pelo caminho. Pelo meio, a principal responsabilidade no entanto: vencer a Toyota e dar a vitória à Audi.

A única equipa privada LMP1, a Rebellion Racing, já colecciona dois pódios à geral sem grande esforço para além de terminar a prova calmamente, ou esperar calmamente que este seja cancelada! Independentemente disso, o que fica para a história é o resultado e sempre vai justificando o investimentos dos seus patrocinadores numa altura em que o seu próprio LMP1 segue a todo o vapor. Beche e Belicchi mantêm-se ao volante, com Prost a regressar após garantir a última vitória LMP1 em Petit Le Mans para a equipa suíça.

LMP2: OAK e Pecom discutem título

Na LMP2, a luta está resumida à OAK Racing e à Pecom Racing, e embora ainda seja matematicamente possível à G-Drive Racing lá chegar, a conjunção de resultados torna a tarefa para a estrutura russa virtualmente impossível. A prova de Fuji viu a Pecom perder a liderança, graças à uma posição mais recuada na grelha numa corrida que não aconteceu, mas a diferença é mínima. Para a equipa "argentina" (geriada pela AF Corse) esta poderá ser a sua derradeira oportunidade no palco mundial dado que o actual o Oreca Nissan #49 de Perez-CompacMinassian e Kaffer, parece destinado a rumar para o novo USCC em 2014 segundo o domo, Perez-Compac.

Para a OAK Racing, este poderá ser o culminar de um investimento massivo por parte do seu dono e piloto, Jacques Nicolet, e com dois carros em posição de conquistar o a Taça Mundial, as odds estão do seu lado. O Morgan Nissan #35 de Baguette, Gonzalez e Plowmann lidera a classificação após Fuji enquanto que o #24 de PlaHeinemeier-Hansson e Brundle segue na 3ª posição a 17 pontos. A tripla do #35 não seria a mais favorita no inicio do ano, mas dificilmente deixará o título fugir. Olhos postos na G-Drive Racing, que mesmo não chegando ao título, têm vindo a recolher louros prova atrás de prova, com RusinovMartin e Conway e o Oreca Nissan #26 a poder intrometer-se facilmente no meio dos candidatos e baralhar todas as contas.

Novidades nas restantes equipas, com destaque para a estreia de mais um "aluno" da Nissan GT Academy, que se irá graduar em Xangai ao volante do Zytek Nissan #41 da Greaves Motorsports (mais uma equipa que poderá trocar o WEC pelo USCC): Mark Shulzhitskiy — o 4º piloto dessa competição a receber o baptismo de fogo num LMP2. A surpresa na classe é a susência da KCMG. A equipa chinesa (pelo menos de nome...) não irá alinhar na prova ao contrário do que era esperado. É um facto que a equipa irá estar presente na season finale da Super Formula em Suzuka, mas as estruturas da SF e do WEC são totalmente distintas

GTE: Porsche vs Ferrari vs Aston Martin... Parte VII

Tudo ainda em aberto na classe GTe Pro entre  Aston Martin Racing, AF Corse Porsche AG Team Manthey. A competição na classe, mesmo reduzida a seis carros, tem sido das mais interessantes do ano no WEC e o mais provável é que se vá arrastar até ao Bahrain. A equipa inglesa volta a mexer nos seus alinhamentos, com o Vantage #99 a contar com Lamy, SennaStanaway. Lamy volta a ter uma oportunidade de ouro para vencer dada nova ausência do gentlemen-driver Dalla Lana, mas com o #97 de Turner e Mücke a dar luta ao Ferrari #51 da AF Corse de Bruni e Fisichella (actuais lideres) e o Porsche #92 da Porsche Team Manthey de Lieb e Lietz pelo título mundial, a prioridade do piloto português será ajudar os companheiros de equipa. As diferenças entre os três construtores são mínimas: 5.5 pontos na classificação de equipas, 16.5 na classificação de construtores e 8.5 pontos na classificação de pilotos

Na GTE Am a luta têm os mesmos construtores também envolvidos, só mudam os protagonistas: A Ferrari, pelas mãos da 8Star Motorsport do piloto português Rui Águas, Potolicchio e Rigon não segue na liderança como na classe rainha dos GTs, mas sim na terceira posição a 11 pontos da dupla Hall e Campbell-Walter da Aston Martin Racing. A Porsche, pelas mãos da IMSA Performance Matmut, que em Xangai terá Paltalla a fazer companhia a Narac e Vernay, segue na 2º posição a 8 pontos.

ESTATÍSTICAS

Recorde da Pista

Qualificação: Alexander Würz, Toyota TS030, (Toyota Racing), 1:48.273 (WEC, 2012)
Corrida: Nicolas Lapierre, Toyota TS030, (Toyota Racing), 1:48.815 (WEC, 2012)

Resultados em 2012

Pole Position: Alexander Würz, Toyota TS030, (Toyota Racing), 1:48.273
Vencedor: Nicolas Lapierre / Alexander Würz, Toyota TS030, (Toyota Racing), 191 voltas
VMR: Nicolas Lapierre, Toyota TS030, (Toyota Racing), 1:48.815

Vencedores das 6 Horas de Fuji

2012, WEC: Nicolas Lapierre / Alexander Würz, Toyota TS030 (Toyota Racing)

AS EQUIPAS, OS CARROS, OS PILOTOS

[table “613” not found /]

Programa e transmissão

As soluções para acompanhar as as 6 Horas de Xangai são variadas:

  • A Radio Le Mans, como é já uma tradição, irá transmitir via web radio todas as sessões, sem excepção e na íntegra.
  • Em termos de transmissão televisiva, a corrida poderá ser acompanhada, também na íntegra, no canal Motors TV, com os excelentes comentários por parte da equipa Radio Le Mans, em inglês. A Eurosport transmite a última hora e meia de prova, e os comentários, como sempre, estão a cargo de João Carlos Costa e Ricardo Grilo.
  • Uma alternativa para quem não tem acesso ao canal Motors TV ou Eurosport, passa por acompanhar via live streaming (ou web tv) no site oficial do WEC (com os comentários da Radio Le Mans também), onde poderão também consultar o live timing.

HORÁRIOS (PROGRAMA E TRANSMISSÃO)

Sexta-Feira, 20 de Setembro
Início Fim Evento Sessão web radio web tv tv
00:00 02:00 WEC Treino Livre 1 Radio Le Mans WEC/ACO
04:00 06:00 WEC Treino Livre 2 Radio Le Mans WEC/ACO
08:00 08:25 WEC Qualificação GTE Pro & GTE Am Radio Le Mans WEC/ACO
08:35 09:00 WEC Qualificação LMP1 & LMP2 Radio Le Mans WEC/ACO
Sábado, 20 de Outubro
Início Fim Evento Sessão web radio web tv tv
03:00 09:00 WEC Corrida Radio Le Mans WEC/ACO Motors TV/Eurosport

Links Úteis

Radio Le Mans live streaming (Web Radio) em www.radiolemans.com
WEC live timing e live streaming (Web TV) em live.fiawec.com
ACO live timing e live streaming (Web TV) em www.lemans-tv.com
Spotter Guide em www.spotterguides.com

Horários TV (Directos)

Motors TV Eurosport
02h30 → 09h30 07h35 → 09h15 EI