GT / Protótipos | Notícias | Portugueses

CNV / Estoril: Rescaldo

Team Novadriver domina última jornada dupla do CNV no Estoril

por Press Release (edição: Press Release), 6 de Outubro de 2014 Sem Comentários

Fonte: Team Novadriver

Domínio absoluto do Team Novadriver na derradeira jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) disputada este fim de semana no Autódromo Fernanda Pires da Silva. Francisco Abreu e Luís Sá Silva ao volante do Tatuus PY012/Honda da categoria CN rubricaram duas “pole-positions” e venceram as duas corridas, com a volta mais rápida na prova de Domingo.

A inédita dupla de pilotos do Team Novadriver esteve verdadeiramente intratável ao longo de todo o fim de semana. Resolvido o problema com a caixa de velocidades – que partiu durante os treinos privados de sexta-feira – a equipa entregou a Francisco Abreu e a Luís Sá Silva um carro perfeito que permitiu aos dois jovens talentos rubricar os melhores tempos nos treinos cronometrados e, depois, a vitória nas duas corridas.

Treinos

O Team Novadriver começou este Racing Weekend com o pé esquerdo, pois Luís Sá Silva não pode cumprir nenhuma volta durante as sessões de treinos livres e Francisco Abreu pouco tempo esteve em pista. Tudo porque a caixa de velocidades do Tatuus PY012/Honda partiu e a equipa foi forçada a encontrar uma solução que atrasou a reparação do protótipo.

Apesar deste enorme contratempo, o Team Novadriver conseguiu colocar o Tatuus PY012/Honda em perfeitas condições e Francisco Abreu e Luís Sá Silva responderam à altura, rubricando a “pole-position” para as duas corridas da última jornada dupla do CNV.

Corrida 1

A vitória do Team Novadriver e dos seus pilotos nesta corrida começou, assim, nos treinos de qualificação. Sem conhecerem problemas e adotando um andamento forte mas seguro, Francisco Abreu conseguiu chegar à paragem para troca de pilotos na frente da corrida, beneficiando, diga-se, de uma boa estratégia na dobragem de pilotos atrasados, limitando-se, depois, Luís Sá Silva a levar o Tatuus PY012/Honda até final. Ambos os pilotos do Team Novadriver estrearam-se a vencer no Campeonato Nacional de Velocidade, com o angolano Luís Sá Silva a conseguir a sua primeira vitória em Portugal.

Francisco Abreu: “Finalmente! A vitória que tanto buscava no CNV surgiu aqui no Estoril depois de tudo parecer perdido quando a caixa de velocidades partiu. Mas o Team Novadriver esteve, como sempre, impecável, resolveu o problema e colocou-me nas mãos um carro perfeito. O tempo mais rápido nos treinos cronometrados foi o prenúncio de um bom resultado e a vitória, finalmente, aconteceu! Amanhã o objetivo é, naturalmente, repetir o resultado de hoje.”

Luís Sá Silva: “Apesar de não ter feito uma única volta nos treinos livres, a verdade é que a sessão de qualificação correu bem e consegui, nessa altura, habituar-me ao carro. Consegui a ‘pole-position’ para a segunda corrida de amanhã e na corrida de hoje diverti-me muito. A parte final acabou por ser mais tranquila, pois com a penalização de um dos nossos adversários ficámos com uma ampla margem para o segundo classificado e levei o carro em segurança até final. Foi o meu primeiro sucesso em Portugal e estou muito feliz por levar a bandeira de Angola até ao lugar mais alto do pódio.”

Corrida 2

Se a prova de ontem não teve muito para contar, a de hoje foi totalmente dominada pelo Team Novadriver, liderando a corrida do semáforo à bandeira de xadrez e terminando as trinta voltas efetuadas com uma vantagem superior a 20 segundos relativamente ao segundo classificado. Para o madeirense Francisco Abreu e para o angolano Luís Sá Silva foram as suas primeiras vitórias no Campeonato Nacional de Velocidade.

Nas contas do campeonato, Francisco Abreu terminou no quarto lugar a apenas dois pontos dos terceiros colocados, sendo evidente que as provas pontuáveis para o CNV realizadas na Rampa da Falperra e na Rampa da Serra da Estrela – e nas quais o Team Novadriver esteve ausente - foram determinantes para este desfecho.

Francisco Abreu: “Mais uma saborosa vitória que deixou bem evidente a qualidade e a motivação do Team Novadriver para ultrapassar todas as adversidades e sublinhou a minha evolução ao longo do ano. Cresci muito com a ajuda do César Campaniço e da equipa e estas duas vitórias foram o corolário do trabalho feito durante a época. Estou muito feliz e ansioso que chegue a próxima temporada.”

Luís Sá Silva: “Senti-me muito bem na largada e com o maior conhecimento do carro tentei, imediatamente, ganhar vantagem para chegar à troca de pilotos com uma almofada confortável para o Francisco gerir na segunda parte da prova. Foi fácil cumprir esse objetivo porque o carro esteve impecável. A aqui tenho de destacar o profissionalismo e qualidade do Team Novadriver, perfeitamente ao nível das melhores formações internacionais. Foi um fim de semana com duas vitórias muito saborosas que vou orgulhosamente adicionar ao meu palmarés.”