GT / Protótipos | Notícias | Portugueses

PCCA / Marina Bay

Rodolfo Ávila com corrida crucial em Singapura

por Press Release, 19 de Setembro de 2013 Sem Comentários

RAvila1

Rodolfo Ávila e o Team Jebsen enfrentam este fim-de-semana um momento crucial na temporada 2013 da Taça Porsche Carrera Ásia, quando entrarem em acção a partir de sexta-feira no imperdoável circuito citadino de Marina Bay, em Singapura.

Em terceiro lugar no campeonato e com apenas três corridas por disputar até ao final da temporada, nunca foi tão vital como agora, para Ávila e para o Team Jebsen, a realização de um fim-de-semana perfeito.

Com cinco pódios em nove corridas, a consistência do piloto português de Macau permite-lhe ainda estar na corrida pelo título entre os 25 concorrentes que participam na competição monomarca promovida pela Porsche no continente asiático. O ano passado Ávila terminou às portas do pódio nesta mesma corrida. Este ano, para além de ter olhos colocados num dos três lugares do pódio, o piloto do Porsche 911 GT3 Cup com o nº20 terá igualmente que focar-se nas contas do campeonato.

“Só um incrível esforço da equipa esta temporada nos permite estar ainda a lugar pelo título naquela que é talvez a mais competitiva das 11 temporadas da Taça Porsche Carrera Ásia realizadas até aqui. A qualificação vai ser de capital importância, dado que há poucos pontos de passagens e há sempre que considerar que poderão existir momentos de bandeiras vermelhas e períodos de Safety-Car”, disse o piloto apoiado pelo Team Jebsen e pelo Asia Creative Group.

Ávila não se deixa impressionar com o traçado urbano de Marina Bay, mas conhece na palma da mãos as cautelas que se deve ter nos circuitos citadinos. “Um dos maiores riscos é que o carro que está próximo de ti, à frente, ou atrás, cometa um grande erro. Pode significar um ponto final para a tua corrida também. Assim como em Macau, em Singapura não há escapatórias, mas não podemos levantar o pé, porque são corridas do mais competitivo que há. Temos que estar no limite o tempo todo e sempre preparados para reagir”, explicou em jeito de conclusão.

Tal como na corrida de início de temporada no Circuito Internacional de Sepang, o evento de suporte do Grande Prémio de Singapura de Fórmula 1 é constituído por apenas uma corrida, em vez das duas habituais.