GT / Protótipos | Notícias | Portugueses

CNV / Algarve II: Rescaldo

Rafael Lobato domina entre os S3 no Algarve

por Press Release, 7 de Setembro de 2014 Sem Comentários

© Racing Weekend

Duas corridas, duas vitórias. Foi este o desfecho para Rafael Lobato na jornada do Algarve do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos na categoria S3. O piloto de Vila Real cumpriu uma vez mais os objectivos a que se propôs, não se deixando intimidar pelos adversários e consolidando o primeiro lugar nas contas do Campeonato.

Corrida 1

A fazer equipa com Armando Parente, coube a este o arranque: "O Armando fez uma boa largada. Ganhou uma posição nessa altura, mas acabou por deixar passar esse adversário porque se tratava de um carro mais rápido e que não estava na nossa luta. Daí até me entregar o carro, correu tudo bem sem qualquer percalço", explicou.

No entanto a paragem nas boxes não foi pacifica: "Perdemos cerca de 10 segundos na mudança de piloto. Havia muito tráfego e tivemos de esperar mais do que estava estipulado para entrarmos novamente em pista. Enfim, situações de corrida. Depois disso, custou-me um bocadinho a adaptar ao carro. Mudámos as afinações do Radical para a prova e não me estava a sentir tão confortável. Isso reflectiu-se no andamento. Ainda assim e percebendo que os nossos mais directos adversários já não eram uma ameaça, optei por ser mais brando e assegurar a vitória", concluiu Rafael Lobato

Corrida 2

Na corrida realizada ao final da tarde de hoje, coube a Lobato a missão do arranque que viria a correr bastante bem: "Passei de imediato o nosso mais directo adversário, no entanto após a primeira volta e graças ao facto de ter um Radical mais potente que o nosso, fui passado na recta da meta. Decidi rodar nos limites para não o deixar ganhar vantagem. Só estando perto dele poderíamos controlar os acontecimentos", começou por explicar.

E assim foi, na altura de entregar a Armando Parente o Radical da Parkalgar, Rafael distava apenas 4 segundos do piloto à sua frente: "E acabámos por ganhar a posição na troca de pilotos. Depois o Armando encetou um excelente turno ganhando vantagem na liderança. Foi muito importante este resultado. Não poderíamos estar mais contentes. Temos conseguido atingir as metas a que nos propomos e caminhamos para o título na classe", concluiu o piloto de 16 anos que este ano cumpre o seu primeiro ano no Nacional de Velocidade.