ELMS | Notícias

European Le Mans Series

Pegasus Racing regressa ao ELMS com um Morgan Nissan

por Hugo Ribeiro, 14 de Janeiro de 2014 Sem Comentários

© Pegasus Racing

© Pegasus Racing

A Pegasus Racing está de regresso ao universo Le Mans. Depois de uma passagem em 2009 e 2010 pelo então LMS com o (Oreca)Courage LC75, e em 2011 na Formula Le Mans onde conquistou o título, a equipa de Estrasburgo, França, regressa aos palcos europeus com um Morgan Nissan e uma renovada ambição.

A equipa francesa Pegasus Racing — que tem acumulado títulos no VdeV e no SPEED Euroseries — está de regresso ao European Le Mans Series onde irá participar com um Morgan Nissan. Anunciada como a primeira temporada de um programa de três anos, esta nova investida da equipa de Claude e Julien Schell surge após o título conquistado no SPEED 2013 por este último e pelo piloto suíço Niki Leutwiler, de quem partiu a iniciativa deste novo programa.

Depois de uma passagem honesta em 2009 e 2010 com um velhinho Courage LC75, a equipa marcou presença nas 24 Horas de Le Mans com o Norma M200P — então o primeiro (verdadeiro) LMP2 cost-cap — cujo resultado seria desastroso. O chassis não havia feito um único quilometro de testes, e a equipa acabaria por optar por nem sequer usar o Norma nas restantes provas do LMS pós-Le Mans como planeado, decidindo mesmo  dar por terminada a sua presença no campeonato europeu. Seguiu-se uma temporada de 2011 na Formula Le Mans, onde a Pegasus conquistou o título, e um convite para as 24 Horas de Le Mans de 2010 que a equipa acabaria por declinar.

“Preferimos dar um passo atrás para depois darmos dois em frente,” analisa Julien Schell. “Em 2009 chegamos à LMP2 com um Courage já antiquado, e mesmo assim os resultados foram satisfatórios. Aprendemos imenso e mostramos que tínhamos o necessário para competir ao mais alto nível nas provas de resistência. Por outro lado, em 2010 estivemos em Le Mans com um Norma que nunca havia rodado, e ainda por cima servimos de balão de ensaio à orientação que o ACO pretendia para os regulamentos LMP2. Também aí mostramos ritmo, mas uma colisão ditou o nosso abandono. Pelo que aqui estamos hoje prontos para um novo desafio. Com o Morgan, temos um carro rápido e fiável, capaz de lutar pelos lugares da frente de forma regular. E podemos ainda contar também com o apoio do construtor, o que é crucial.”

Julien Schell e Niki Leutwiler são os pilotos já confirmados, mas a equipa procura ainda um terceiro piloto. O Morgan LMP2, que terá motorização Nissan, irá chegar às mãos da Pegasus no início de Fevereiro, e a equipa conta fazer alguns testes privados antes da Jornada de Testes Oficiais do ELMS, marcada para 1 e 2 de Abril.

Fonte: Comunicado de Imprensa da Pegasus Racing