GT / Protótipos | Notícias | Portugueses

CNV / Rampa da Falperra

Oposição reduzida deixa caminho livre a Carlos Vieira e Pedro Salvador na Falperra

por Pedro Correia, 12 de Maio de 2014 Sem Comentários

Pedro Salvador / Carlos Vieira. Fonte: Full Eventos / Racing Weekend

Com a maioria das equipas a primarem pela ausência da prova, por não concordarem com a inclusão de provas de montanha nos campeonatos de velocidade, apenas cinco equipas se apresentaram inscritas para pontuarem no CNV com destaque para António Nogueira, que se apresentou no Porsche 993 GT2 com que faz normalmente o Campeonato de Portugal de Montanha, e o Porsche 997 GT3 Cup que não participou na primeira prova do campeonato.

António Nogueira. Fonte: Full Eventos / Racing Weekend

António Nogueira. Fonte: Full Eventos / Racing Weekend

Na derradeira subida de Sábado, Sérgio Montez sofreu um acidente bastante violento, que deixou o Norma M20FC bastante maltratado mas que comprovou a grande segurança dos protótipos da classe CN, com o piloto a sair completamente ileso, mas os danos no Norma a revelarem-se irreparáveis para as subidas de Domingo. Na mesma subida, o Tatuus PY012 de José Pedro Fontes e Miguel Barbosa não se apresentou à partida. .

No Domingo, com os participantes inscritos no campeonato reduzidos a quatro, a dupla do Tatuus da Veloso Motorsport aplicou-se mais um pouco e melhoraram ambos as suas marcas, com Carlos Vieira a realizar 2:05.295, já depois de Pedro Salvador, logo pela manhã, ter realizado 2:02.704, que passou a ser o recorde de um piloto nacional na Rampa da Falperra. Nada mau, com pneus de mistura média, a mais macia para as corridas de 50 minutos do CNV que a Pirelli disponibiliza e que os adversários ausentes afirmaram sererm demasiado duros para funcionarem correctamente na Rampa!...

A dupla José Pedro Fontes e Miguel Barbosa, ao não se apresentar à partida da derradeira subida de Sábado, ficou sem um dos tempos necessários à determinação do resultado final, saindo assim não classificada da Falperra.

Gonçalo Manahu / Manuel Castro. Fonte: Full Eventos / Racing Weekend

Gonçalo Manahu / Manuel Castro. Fonte: Full Eventos / Racing Weekend

Nos GT, António Nogueira realizou uma prestação a todos os níveis espectacular. Obrigado a recorrer a pneus usados, realizou tempos de grande nível, motivado também por pontuar simultaneamente para o Campeonato de Portugal de Montanha, onde ficou em segundo da geral a menos de um segundo do Juno de Rui Ramalho, o lugar conquistado também na classificação geral do CNV. Destaque-se que António Nogueira perdeu em média apenas 10 segundos por subida para o Tatuus de Pedro Salvador e Carlos Vieira.

Com apenas três classificados no final, o menos performante Porsche 997 Cup de Gonçalo Manahu e Manuel Castro ficou com o último lugar do pódio e segundo GT.

José Pedro Fontes / Miguel Barbosa. Fonte: Full Eventos / Racing Weekend

José Pedro Fontes / Miguel Barbosa. Fonte: Full Eventos / Racing Weekend

Destaque ainda para a vitória alcançada também por António Nogueira na classe GT do Europeu de Montanha e a dúvida que paira sobre a possibilidade de Pedro Salvador poder ou não classificar-se no CPM, pois apesar de aceite inicialmente a inscrição do piloto, o facto de partilhar o carro com Carlos Vieira levantou dúvidas a esse respeito, não constando oficialmente da classificação desta competição, que também teria vencido.

Na luta à geral, a grande dúvida que pairava residia em saber se o hexa-campeão europeu de montanha, Simone Faggioli teria já a confiança suficiente na sua nova montada, o Norma M20FC - depois da transferência sensação deste defeso, trocando a Osella com que conquistou seis títulos europeus e seis títulos italianos -, conseguiria bater o recorde absoluto da rampa (1:51.365) estabelecido por si no ano passado.

Se, nas subidas de Sábado os tempos foram relativamente modestos, mas só pela bitola do piloto de Florença, o seu compatriota Christian Merli, piloto oficial da Osella, mantinha-o em respeito, encontrado-se apenas a 0,4 segundos depois da primeira subida oficial. Mas um motor partido ainda no Sábado colocaria um ponto final na sua prova. Mesmo sem a necessidade de forçar minimamente face à ausência do seu principal concorrente, logo na primeira subida de Domingo Faggioli retirou quase um segundo ao seu tempo de 2013, estabelecendo um novo recorde do traçado com 1:50.386 a uma média de 169.6 km/h. Um exemplo de virtuosismo e profissionalismo do italiano, que alia também uma grande dose de simpatia e disponibilidade para com os adeptos. Os Reynard K02 ex-F3000 dos também italianos Fausto Bormolini e Federico Liber fecharam o pódio mas já a alguma distância de Faggioli.

Eugénio Montez / Sérgio Montez. Fonte: Full Eventos / Racing Weekend

Eugénio Montez / Sérgio Montez. Fonte: Full Eventos / Racing Weekend

O espanhol Andrés Vilariño, carismático piloto com quatro vitórias na prova portuguesa e que assumiu nos últimos anos o papel de verdadeiro embaixador da prova, incansável na promoção da mesma e constituindo um caso raro de empatia com o público bracarense, a realizar a sua última temporada com piloto, despediu-se da sua prova fetiche com um quinto lugar da geral e vencedor do Campeonato de Espanha de Montanha, no seu Osella com motor de apenas 2 litros, mas o regresso está prometido para apoiar a filha Angela Vilariño, que realizou também uma prova muito interessante naquela que é apenas a seu segunda prova com o Norma M20F que era de seu pai até final do ano passado, pese embora o facto de ter falhado a primeira subida de Domingo ter impedido de figurar na classificação geral do Europeu.

P.ºCl.N.PilotosChassisTempo TotalDif.P.º Cl.
1.º
SP19Carlos Vieira / Pedro SalvadorTatuus PY0128:20.739[ 1.º ]
2.ºGT38António NogueiraPorsche 911 GT3 R9:03.261+ 42.522s[ 1.º ]
3.ºGT50Gonçalo Manahu / Manuel CastroPorsche 911 GT3 Cup10:05.890+ 1:45.151s[ 2.º ]
Não Classificados
SP17José Pedro Fontes / Miguel BarbosaTatuus PY012
SP18Eugénio Montez / Sérgio MontezNorma M20FC