GT / Protótipos | Notícias

24 Horas de Nürburgring

N24: Nova Corrida de Qualificação dominada pela BMW

por Andrew Remedios, 9 de Abril de 2014 Um Comentário

© BMW Motorsport

Este ano a ADAC criou uma nova prova para facilitar a organização às marcas, equipas e pilotos que queiram estar presentes nas 24 horas de Nürburgring: uma corrida designada de Qualificação que teve lugar no passado fim-de-semana. A BMW dominou a prova, que foi ganha pela BMW Sports Trophy Team Marc VDS e pelos pilotos Maxime Martin, Uwe Alzen e Marco Wittmann.

Depois de terem introduzido a modalidade da Qualificação Top-30, em 2012, a ADAC introduziu em 2014 a prova de qualificação. Segundo as regras do organismo por trás das 24 horas de Nürburgring, e devido às características especiais do Nordschleife, é exigido aos pilotos que participem em algumas provas do VLN para poderem depois competir na grande corrida. No entanto, a organização reconhece que logisticamente tal obrigação podia ser complicada para algumas equipas.

Desse modo, este ano inaugurou-se no passado fim-de-semana a designada Corrida de Qualificação, prova que permite aos pilotos preencherem os requisitos exigidos à participação naquela clássica de resistência, correndo na sessão nocturna de treinos cronometrados e realizando dois turnos durante a corrida em si. Ao mesmo tempo permite às equipas prepararem a sua participação num só fim-de-semana, apoiada pela inclusão de pequenos intervalos nos treinos de modo a permitir que os comissários de pista possam recolher carros avariados em pista e devolvê-los às boxes. Um outro incentivo para quem participa é o facto de dez dos 30 lugares na Qualificação Top-30 das 24 horas serem definidas nos treinos cronometrados desta prova, que incluía uma corrida de 6 horas.

PRINCIPAIS INSCRITOS

Nesta competição inaugural participaram 52 carros, englobando já alguns dos grandes favoritos para as 24 horas (mencionamos também alguns dos seus pilotos principais), encabeçados pelos vencedores (Black Falcon) e 2ºs classificados (Marc VDS) do ano passado:

  • Mercedes-Benz SLS AMG GT3 da Black Falcon, com Jeroen Bleekemolen e Christian Menzel
  • 2x BMW Z4 GT3 da Marc VDS, com Maxime Martin, Uwe Alzen, Bas Leinders, Markus Palttala, Nick Catsburg e Dirk Adorf
  • 2x BMW Z4 GT3 da Team Schubert, com Dirk Werner, Dirk Müller, Lucas Luhr, Alexander Sims, Jens Klingmann, Dominik Baumann e Claudia Hürtgen (juntando-se a eles Martin Tomczyk em Junho)
  • Porsche 911 GT3 R da HARIBO Racing, com Nordert Siedler e Richard Westbrook
  • 2x Audi R8 LMS Ultra da Prosperia C. Abt Racing, com Peter Terting, Marco Seefried, Christopher Mies e Nicki Thiim
  • Audi R8 LMS Ultra da G Drive Racing, com Roman Rusinov, Stephane Ortelli, Edward Sandström e Nico Mueller
  • Mercedes-Benz SLS AMG GT3 da HTP Motorsport, com Harold Primat
  • Audi R8 LMS Ultra da Audi Race Experience, com Marco Werner, Frank Biela, Pierre Kaffer e e paraquedista radical e recordista-mundial Felix Baumgartner
  • Porsche 911 GT3 R da Falken Motorsport, com Peter Dumbreck, Wolf Henzler e Alexandre Imperatori
  • Nissan GT-R NISMO GT3 da Schulze Motorsport, com Jordan Tresson

PRINCIPAIS AUSENTES

Entre alguns dos principais ausentes estava o Aston Martin V12 Vantage GT3 da Aston Martin Racing, que estará novamente no Nordschleife este ano com o português Pedro Lamy e ainda Darren Turner e Stefan Mücke, estando previsto que a equipa faça a sua preparação na quarta prova do VLN, a 17 de Maio.

A Audi teve muita representação no fim-de-semana, mas aquele que será talvez o seu representante mais forte, a Phoenix Racing, esteve ausente,. Com dois Audi R8 LMS Ultra previstos para Junho, a equipa contará com pilotos de renome como Marcel Fässler, Frank Stipler, René Rast, Marc Basseng, Laurens Vanthoor, Christopher Haase e Markus Winkelhock, e deverá ser o equipa mais forte dos representantes da marca de Ingolstadt. Por seu lado a marca de Estugarda, Mercedes, tem ainda outro SLS AMG GT3 pelas mãos da ROWE Racing (3º e 4º em 2013), que estava previsto participar com pelo menos um carro e dois pilotos de grande valor, Thomas Jäger e Klaus Graf, mas desistiram à última hora, prevendo-se que inscrevem dois SLS para a corrida em Junho.

Espera-se ainda a participação de Sabine Schmitz e do seu marido Klaus Abbelen com o Porsche 911 GT3 R da Frikadelli Racing e o Ford GT da Jürgen Alzen Motorsport H&R, para além das excursões nipónicas da GAZOO Racing e da Subaru. A GAZOO Racing, já muito conhecido nestas andanças representando a marca Toyota (e Lexus), já anunciou que estará presente com o Lexus LFA Code X e ainda mais um LFA e um Toyota GT86, todos com pilotos japoneses, com destaque para Akira Iida no Code X. Por seu lado, a Subaru também anunciou a participação do WRX STI com dois japoneses (Toshihiro Yoshida e Kouta Sasaki) e dois europeus ainda por apresentar. Finalmente, a Manthey Racing ainda não disse nada sobre a sua participação mas já na primeira prova do VLN esteve presente nas categorias inferiores, por isso há esperança que Olaf Manthey e um exército de pilotos-oficiais da Porsche estejam presentes também.

QUALIFICAÇÃO: 'POLE' PARA MERCEDES E dez SORTUDOS PARA JUNHO

Regressando à prova de qualificação deste fim-de-semana, a Pole Position foi conquistada pelo Mercedes da HTP Motorsport nas mãos de Harold Primat, tendo garantido também um lugar na sessão de qualificação Top-30 das 24 horas tal como os outros nove da tabela seguinte:

Equipa Carro Pilotos Principais
15 HTP Motorsport Mercedes Benz SLS AMG GT3 Harold Primat
Maximilian Götz
502 Audi Race Experience Audi R8 LMS Ultra Marco Werner
Frank Biela
Pierre Kaffer
Felix Baumgartner
17 G-Drive Racing Audi R8 LMS Ultra Roman Rusinov
Stephane Ortelli
Edward Sandström
Nico Mueller
1 Black Falcon Mercedes Benz SLS AMG GT3 Christian Menzel
Jeroen Bleekemolen
10 Prosperia C. Abt Racing Audi R8 LMS Ultra Christopher Mies
Christer Jöns
8 Haribo Racing Team Porsche 911 GT3 R Norbert Siedler
Richard Westbrook
24 Schulze Motorsport Nissan GT-R NISMO GT3 Jordan Tresson
18 Audi Race Experience Audi R8 LMS Ultra Rahel Frey
Christiaan Frankenhout
9 Prosperia C. Abt Racing Audi R8 LMS Ultra Peter Terting
Marco Seefried
Jamie Melo
19 BMW Sports Trophy Team Schubert BMW Z4 GT3 Dirk Werner
Dirk Müller
Lucas Luhr
Alexander Sims

CORRIDA: DOMÍNIO DA BMW

A BMW ficou um pouco aquém com os quatro BMWs oficiais a saírem das filas 5 a 7 da grelha (de 10º a 13º), com apenas um a garantir o seu lugar, para já, na Qualificação Top-30 para as 24 horas. Mas a marca bávara foi quem levou a melhor na corrida em si, vencendo com o BMW Z4 #25 da BMW Sports Trophy Team Marc VDS conduzido pelo velocíssimo belga Maxime Martin e ainda os alemães Uwe Alzen e Marco Wittmann, mas ocupando também os outros dois lugares no pódio com os dois BMW da Team Schubert, e ainda o 4º lugar com o segundo BMW da Team MarcVDS. Uma completa reviravolta comparado com a prestação nos treinos cronometrados, mas, segundo um dos pilotos do BMW #20 da Schubert, que terminou em 2º lugar, Jens Klingmann, a equipa “concentrou-se uma configuração que funcionaria melhor na corrida do que nos treinos cronometrados. Nos treinos cronometrados vimos que tinhamos muito trabalho a fazer. Mas fomos consistentes e fiáveis, e é isso que conta no Nordschleife.”

Como os tempos demonstram, a melhor volta dos BMW em qualificação foi realizada a uma média de 171 km/h e na corrida a melhor volta realizada pelo BMW #25 foi em média mais de 1 km/h mais rápido.

© BMW Motorsport

© BMW Motorsport

Vincent Vosse, director da equipa G-Drive Racing, que terminou em 6º lugar como o melhor Audi, adiantou que “os BMW mostraram-se extremamente fortes, por isso acredito que esta corrida forneceu também informação muito útil para melhorar o Balanço de Desempenho.” A verdade é que os quatro carros da BMW foram dos poucos com parcerias preenchidas totalmente por pilotos profissionais, e as médias nem ficaram muito longe, sendo, em corrida, 3 décimos mais rápido que um dos Audi. Há  sempre muito sandbanging (jogo de truques para dar a percepção que um carro é mais lento que outro) neste tipo de competições com grandes marcas e rivalidades, e muito em jogo.

O início da corrida foi mais dividido, com um bela luta entre BMW, Audi e Mercedes, e ainda infiltrações por parte da Nissan e Porsche - esta tinha em prova apenas o Porsche #8 da Haribo Racing depois do forte acidente, nos treinos do primeiro dia, de Peter Dumbreck no Porsche da Falken Motorsport, felizmente sem consequências de maior. Mas foi na segunda parte, e com alguns azares dos outros, que a BMW solidificou a sua posição na frente. Tanto o Mercedes da HTP como o Nissan, o Audi da Prosperia C. Abt Racing sucumbiram a problemas técnicos: problemas no capôt para o Mercedes, falha de turbo para o Nissan e falha de transmissão para o Audi. O Porsche da Haribo Racing, por seu lado, sofreu um acidente.

No geral, os objectivos para esta prova (qualificar pilotos e preparar para Junho) foram cumpridos, como constata Dirk Werner, piloto do 3º classificado BMW da Team Schubert: “foi um teste importante para nós. Poder rodar tantas voltas com relativamente pouco trânsito em pista, e conseguir entrar no ritmo foi inestimável no que diz respeito à corrida de 24 horas. O carro aguentou-se bem, mas é muito difícil explicar qual o significado que este resultado tem. Tantos bons carros tiveram problemas ou não arrancaram com o seus melhores pilotos. Mas o mais importante é estarmos qualificados para as Qualificações Top-30 em Junho.” Palavras partilhadas também por rivais como Roman Rusinov no Audi da G-Drive Racing e Christopher Mies no Audi da Prosperia C. Abt Racing.

Fonte (declarações): comunicados de imprensa da BMW Motorsport, Team Marc VDS e G-Drive Racing