ELMS | Notícias | Portugueses

ELMS / 4H Paul Ricard: Treinos Livres

Morand Racing foi a mais rápida nos treinos livres em Paul Ricard — Portugueses em bom plano

por Hugo Ribeiro, 14 de Setembro de 2014 Sem Comentários

© VSA / Morand Racing

As 4 Horas de Paul Ricard arrancaram este Sábado com a realização das duas sessões de qualificação. Depois de ter obtido o 3ª melhor tempo pela manhã, a Morand Racing terminou o dia no topo da 2ª sessão, realizando o melhor tempo no conjunto das duas sessões de treinos livres. Albuquerque este discreto, com dois tempos em torno da casa do segundo 51.5, enquanto que Barreiros, em estreia absoluta, fez o seu melhor tempo pela tarde com 2:00.987.

Sob excelente tempo, tiveram hoje lugar as duas sessões de treinos livres para as 4 Horas de Paul Ricard, penúltima prova da temporada ELMS 2014. Na sessão da manhã, a Signatech Alpine — a principal rival da Jota Sport e de Filipe Albuquerque pelo título "europeu" (oficioso) de resistência — foi a mais rápida (1:50.117), mas com os tempos a caírem em cerca de 1 segundo na sessão da tarde, a equipa francesa ficar-se-ia pelo 4º melhor tempo (1:49.773). Já a Jota, depois de ter ficado na 7ª posição (1:51.621), pela tarde seria a segunda mais rápida em pista (1:49.477) apenas a 4 milésimas do melhor tempo do dia (1:49.473) realizado pela Morand Racing.

Portugueses discretos mas em bom plano

Filipe Albuquerque este um pouco discreto durante as duas sessões de treinos livres que tiveram lugar este sábado. Óbvio que tal pouco ou nada quererá dizer, sem saber que trabalho especifico Albuquerque este encarregue de realizar durante ambas as sessões. Pela manhã, o piloto natural de Coimbra, realizou 1:51.621 — o melhor tempo da Jota Sport — sendo o 11º piloto mais rápido em pista, com a Jota a terminar a sessão na 7ª posição. Na sessão da tarde, Albuquerque melhoria o seu tempo em duas décimas (1:51.447), mas seria o seu companheiro de equipa, Harry Tincknell, a realizar o melhor tempo da Jota na sessão e do dia, com 1:49.477.

Filipe Barreiros, que se estreia em absoluto no ELMS, esteve claramente em modo de aprendizagem, mas ainda assim conseguiu alguns tempos bem sólidos, e acima de pilotos com mais experiência no ELMS. O Ferrari F458 Italia GT3 #63 da AF Corse, que Barreiros divide com Mads Rasmussen, não foi além do último tempo da classe GTC com 2:03.089, tempo realizado por Barreiros. Na sessão da tarde, já mais ambientado com o trafego do ELMS, Barreiros subiu a parada para 2:00.987, de novo um tempo mais rápido que o de Rasmussen, e que colocou o #63 na 12ª posição na classe.

Treinos Livres muito equilibrados

Na LMP2, o Morgan Nissan #43 da Morand Racing realizou o tempo mais rápido do dia, com Christian Klien a registar 1:49.473, 0,6 segundos mais rápido que o melhor tempo da manhã, realizado pelo Alpine Nissan #36 da Signatech Alpine. Harry Tincknell, com um tempo apenas 4 milésimos mais lento do de Klien, colocaria o Zytek Z11SN Nissan #38 da Jota Sport na 2ª posição. 1:49.477 seria o tempo realizado pelo piloto inglês. A fechar o top 3 ficou o Ligier JS P2 Nissan #46 da TDS Racing, com Nelson Panciatici a ficar a 0.161 do tempo de Klien.

Depois de ter sido a mais rápida da manhã, com Nelson Panciatici a realizar 1:50.117. a Signatech pelas mãos do piloto francês, terminara o dia na 4ª posição com 1:49.773, um tempo apenas 0.001 segundos mais rápido do obtido por Nathanael Berthon no Oreca Nissan #48 da Murphy Prototypes. Os 10 LMP2 em pista ficaram separados por apenas 2.7 segundos, enquanto que os 6 primeiros ficaram separados por apenas 0.5 segundos. Amanhã, a sessão de qualificação e a corrida prometem estar a ferro e fogo!

Na classe GTE só deu Ferrari. Depois da sessão da manha ter visto a marca italiana realizar os dois melhores tempos da classe — Matt Griffin (1:57.323) foi o mais rápido no #55 da AF Corse —, à tarde o domínio foi ainda mais evidente com o top 5 totalmente ocupado com as cores da Ferrari. O melhor tempo do dia ficaria no entanto na mão do #72 da SMP Racing, com Andrea Bertolini a realizar 1:55.913, deixando o #54 da Af Corse e o #80 da Kessel Racing respectivamente a 0,753 e 0.842 segundos de distância. O excelente tempo de Bertolini não ensombra no entanto o equilíbrio na classe: pela manhã, o top 6 ficou separado por 1 segundo, e na sessão mais rápida do dia, do segundo ao nono classificado ficou a mesma distância...

Entre os GTC, uma estreia na temporada. Pela primeira vez, desde os testes oficiais ELMS neste mesmo circuito, um Porsche ocupou o lugar mais alto da tabela de tempos. Mike Parisy, no Porscge GT3 R #75 da Prospeed Competition foi o mais rápido do dia com 1:58.452, depois de se ter assistido a uma manhã dominada pelos três Ferrai 458 italia GT3 da SMP Racing. O #71 da SMP, que havia sido o mais rápido da sessão matinal (1:59.140) ficar-se-ia pelo 2º melhor tempo do dia com Luca Persiani a realizar 1:58.613. Francesco Castellacci, com 1:58.920, fecharia o top3 com o Ferrari #94 da AF Corse. Tal como a LMP2 e a GTE, o equilíbrio foi também a nota dominante.

Albuquerque: “Estamos no caminho certo”

As duas sessões de treinos livres do European Le Mans Series que este fim-de-semana tem lugar no Circuito de Paul Ricard em França correram tal como Filipe Albuquerque previa. Na sessão da manhã, o piloto português e os seus companheiro de equipa, Simon Dolan e Harry Tincknell foram sétimo classificados num treino em que procuraram encontrar o melhor compromisso para o Zytek da JOTA e na segunda sessão ficaram com o segundo melhor tempo.

Um indicador extremamente positivo para uma corrida onde o objectivo é ficar na frente dos pilotos da Signatech Alphine que lideram o Campeonato neste momento com quatro pontos de vantagem:"Estamos no caminho certo. Está tudo a correr conforme planeámos. Estamos rápidos e consistentes. Os nossos objectivos estão muito claros e sabemos exactamente o que temos de fazer. A corrida de amanhã vai ser importante. Queremos chegar à última prova no Estoril na frente do Campeonato e depender apenas de nós para conseguirmos o título", explicou Filipe Albuquerque.

Fonte: Comunicado de Imprensa do piloto Filipe Albuquerque

Barreiros: “Foi um dia de muita aprendizagem”

A estreia da Ferrari Portugal no European Le Mans Series pelas mãos do seu piloto Filipe Barreiros este fim-de-semana em Paul Ricard está a correr de feição. Na estreia naquele Campeonato, um dos mais exigentes do endurance mundial, o piloto português utilizou as duas sessões de treinos livres para se adaptar a uma realidade bastante distinta daquelas a que está habituado.

Aos comandos do Ferrari 458 GT3 #63 que partilha com Mads Rasmussen, Filipe conseguiu ao longo das duas sessões melhorar bastante em termos de tempo por volta:"É inevitável comparar com a prestação conseguida no Blancpain e estou muito contente pois já melhorei em dois segundos o meu tempo por volta. É um grande passo em frente", começou por dizer.

"Foi um dia de muita aprendizagem. Passei o tempo a olhar pelo retrovisor pois correr com os LMP2 em pista é muito diferente e requer habituação. Eles são 10 segundos mais rápidos por volta, é preciso muita concentração para que as coisas corram bem para todos em pista. Penso que foi um bom início e estamos preparados para a qualificação e corrida de amanhã", rematou Filipe Barreiros satisfeito por mais este desafio na sua carreira.

Fonte: Comunicado de Imprensa Ferrari Portugal

A sessão de Qualificação terá início pelas 9h00 de amanhã (8h em Portugal), com os GTE e GTC, seguido-se pelas 9h30 (8h30) os LMP2. As 4 Horas de Paul Ricard terão início pelas 13h00 (meio-dia em Portugal). Qualificação e corrida terão transmissão em directo no site oficial.