GT / Protótipos | Notícias | Portugueses

BES / 24H Spa: Rescaldo

Mecânica termina recuperação notável de Álvaro Parente

por Press Release, 30 de Julho de 2014 Sem Comentários

Fonte: ComSegue

Depois de uma excelente recuperação durante as primeiras nove horas das 24 Horas de Spa-Francorchamps, que levou o seu McLaren até à porta dos dez primeiros, Álvaro Parente foi obrigado a abandonar devido a problemas de transmissão.

A arrancar do último lugar de uma grelha de partida composta por sessenta e um carros, o português sabia que teria uma tarefa hercúlea pela frente, mas nem por isso se atemorizou, encetando uma recuperação notável.

Com um ritmo rapidíssimo e com ultrapassagens decisivas, a performance de Álvaro Parente foi extraordinária, alcançando o trigésimo o terceiro posto quando estavam cumpridas apenas dezassete voltas, momento em que sofreu um furo, o que o obrigou a cumprir mais de meia volta a baixa velocidade para entrar nas boxes.

Esta foi a primeira contrariedade sofrida pelo piloto do Porto que caiu para quinquagésimo quinto posto, obrigando-o a recomeçar a recuperação. Álvaro Parente voltou a atacar e conseguiu entregar o McLaren MP4-12C número noventa e oito da ART Grand Prix a Grégoire Demoustier no trigésimo quinto lugar.

Apesar das muitas situações de Safety-Car, francês e Nicolas Lapierre prosseguiram o trabalho do português e, quando o piloto oficial da McLaren GT realizou o seu turno duplo nocturno, chegou ao décimo primeiro posto da geral.

Contudo, com a madrugada vieram os problemas e um radiador furado obrigou o carro inglês permanecer cerca de quarenta minutos nas boxes, deitando por terra o esforço do trio de pilotos e da equipa. Cerca das quatro da manhã Nicolas Lapierre acabou por parar em pista devido a um problema num semi-eixo, sendo o abandono inevitável.

“Sabíamos que, depois do acidente de quinta-feira, teríamos uma corrida muito difícil pela frente, dado que reconstruir um carro num curto período de tempo pode dar azo a pequenos problemas. Ainda assim, atacámos e realizámos uma boa recuperação, apesar do furo que sofri ainda na primeira hora de prova. O problema do radiador foi inesperado, assim como o da transmissão, mas acabaram por ser decisivos para o abandono. Foi pena porque estávamos a realizar uma boa corrida e poderíamos alcançar um bom resultado, apesar de todas as contrariedades”, sublinhou Álvaro Parente.

Depois de uma temporada extraordinária em que obteve uma vitória, um segundo lugar, duas pole-positions e liderou todas as voltas que disputou, a prova de Spa-Francorchamps acabou por ser uma desilusão. No entanto, o piloto português está já ansioso pela próxima ronda do Blancpain Endurance Series, onde espera regressar aos bons resultados. “É complicado digerir um fim-de-semana destes após a época que temos vindo a protagonizar, mas agora não há nada a fazer, senão continuarmos a trabalhar e a evoluir. A equipa realizou um trabalho excepcional na recuperação do carro, permitindo-nos realizar uma prova de ataque. Vamos concentrar-nos nos 1000Km de Nurburgring, onde esperamos voltar a bater-nos pela vitória”, sublinhou Álvaro Parente.

A próxima prova do Blancpain Endurance Series realiza-se em Nurburgring no próximo dia 21 de Setembro, tendo esta a corrida particularidade de ter mil quilómetros de extensão.