GT / Protótipos | Notícias | Portugueses

Euro GT4 / Zandvoort

Mau tempo estraga ambições lusas em Zandvoort

por Press Release, 13 de Outubro de 2013 Sem Comentários

Fonte: RaceSpirit

Fonte: RaceSpirit

O mau tempo que se abateu sobre o Circuito de Zandvoort, acabou por se revelar nefasto para a ambições de Mauro Marques e Fábio Mota, que não conseguiram repetir o resultado ontem conquistado, deixando ambos os pilotos com um sentimento de alguma frustração, uma vez que ambicionavam terminara o ano com mais um resultado positivo.

Uma opção errada de pneus para seco numa pista que teimou em não secar, tornou o Aston Martin Vantage V8 GT4 da Veloso Motorsport praticamente inguiável, na corrida que abriu este Domingo o programa da “Avon GT4 Cup”, não permitindo a Mauro Marques melhor que a nona posição final. A terceira corrida do fim-de-semana, onde iriam competir os dois pilotos, acabaria logo à terceira volta por via da decisão da direcção de prova, que cancelou a disputa devido à chuva torrencial que inundou a pista holandesa.

“Apesar do bom resultado que o Fábio ontem conseguiu, este não foi um bom fim-de-semana para mim, dado que no cômputo geral, acabei por não conseguir exprimir em pista toda a vontade motivação, que eu tinha para esta última jornada do ano. Esperava conseguir hoje um bom resultado na minha corrida, mas arriscamos um pouco ao apostar em pneus para piso seco, esperando retirar vantagens para o final da corrida, na expectativa de a pista secar. No entanto, o frio e mais tarde o facto de ter recomeçado a chover nas duas últimas voltas, deitou por terra os nossos planos e não me restou outra hipótese, se não a de tentar levar o carro até ao final da corrida sem sair de pista. O cancelamento da terceira corrida foi mais um balde de água fria, situação que me deixou frustrado, se bem que entenda as razões que levaram a esta decisão. Foram muitos azares este ano, pelo que saio daqui com o pensamento de que poderia ter feito bem melhor do que consegui fazer…” Referiu o piloto famalicense de apenas 20 anos de idade.

“Depois do excelente resultado de ontem, as coisas hoje não nos correram bem. O Mauro teve algum azar com as escolhas feitas e nada pode fazer para conseguir uma boa classificação. Eu fiz uma boa partida para a terceira corrida, saímos de sétimo e conseguimos chegar desde logo à quarta posição, mas somente após duas voltas, a corrida foi parada e depois cancelada em definitivo. As condições na pista eram muito más, com os carros a fazerem “aquaplaning” na recta da meta e em outros pontos do traçado de Zandvoort, por isso entendo a decisão dos comissários desportivos. É sempre frustrante este tipo de desfecho para uma corrida, se bem que se perceba a situação. Acho que poderíamos ter conseguido um bom resultado final, para terminar o ano em beleza, mas assim não foi possível.” Disse o jovem piloto Fábio Mota.

Classificação Final – Corrida 2:
1. Duncan Huisman - Chevrolet Camaro, 13 voltas em 26:54s500
2. Ricardo van der Ende - BMW M3 GT4, a 3s461
3. Kelvin Snoeks - Corvette C6, a 4s154

9. Mauro Marques - Aston Martin Vantage GT4, a 1 volta

Comunicado de Imprensa dos Pilotos Fábio Mota e Mauro Marques