ELMS | Notícias

European Le Mans Series

Marc VDS Racing Team com um BMW Z4 GTE no ELMS 2015

por Hugo Ribeiro, 6 de Dezembro de 2014 Um Comentário

© Marc VDS

Ora aqui está uma bela surpresa: depois de ter vindo ver em que pé se encontrava o ELMS, na season finale do Estoril, já tinha ficado prometido que a Marc VDS Racing Team regressaria em 2015, mas, em vez do BMW Z4 GT3, a equipa belga trará mesmo o Z4 GTE que assim, e pela primeira vez, irá competir fora dos EUA.

O BMW Z4 GTE vai finalmente competir nas pistas europeias. Construído e desenvolvido para que a filial norte-americana da marca alemã estivesse presente no ALMS e agora no USCC, o GT nunca se estreou em pistas europeias em competição, dado que a BMW, desde que regressou ao DTM em 2012, cancelou o programa de fábrica para Le Mans.

Depois de ter marcado presença na season finale do European Le Mans Series 2014, que teve lugar no nosso Autódromo do Estoril como estarão lembrados — prova que ganhou na classe GTC com o Z4 GT3 —, a Marc VDS já havia confirmado que voltaria a tempo inteiro para 2015. O GTE da BMW era o sonho pretendido, mas para tal teria de haver vontade por parte da BMW em fazê-lo correr fora dos EUA, para onde a versão foi de facto desenvolvida. Mas a excelente relação que a BMW tem mantido com a Marc VDS nos últimos anos prognosticava a existência de confiança suficiente para lhe colocar nas mãos o BMW Z4 GTE. Afinal de contas, com as tradicionais equipas de fábrica da BMW — nomeadamente a Team Schnitzer — concentradas no ELMS, tem sido a Marc VDS a assumir a representação, digamos, semi-oficial da BMW em várias competições GT. Ontem, durante a apresentação do programa desportivo da BMW para 2015, Jens Marquardt, Director da BMW Motorsport, confirmou a presença do z4 GTE no ELMS. “A BMW Team RLL irá uma vez mais alinhar dois BMW z4 GTLM no USCC e vamos também competir com o BMW Z4 GTE no European Le Mans Series. Estamos confiantes de que irá portar-se bem  e irá lutar pelos lugares da frente no ELMS com a BMW Sports Trophy Team Marc VDS.”

Apesar da BMW Motorsport não ter qualquer programa de fábrica para o WEC e para Le Mans — e o do USCC só existe porque a filial norte-americana assume de forma independente todos os custos —, algum envolvimento irá certamente ter neste programa GTE da Marc VDS. A começar pelo 'empréstimo' do piloto inglês Andy Priaulx, que assim regressa à Europa depois de uma temporada no USCC. Priaulx, Campeão Europeu de Turismos e Tri-Campeão Mundial na mesma disciplina, era um dos pilotos do programa de fábrica da BMW Motorsport em Le Mans e no ILMC, o predecessor do WEC.

Sendo Priaulx um piloto da classe Platina, a Marc VDS, de acordo com os regulamentos ELMS para a classe GTE, terá de completar o alinhamento de pilotos com um piloto Prata e outro Bronze, que serão confirmados em tempo oportuno. A equipa irá inscrever apenas um carro no ELMS.

Bas Leinders, Team Principal: “Este é um dos programas mais emocionantes que já assumimos como equipa. Competir com o GTE é um novo desafio, e um que nos deixa a todos muito entusiasmados. Tecnicamente, o carro pode ser semelhante ao GT3, mas é um animal totalmente diferente. Ter o Andy Priaulx a bordo também é fantástico — conheço-o desde o meu tempo como piloto no Reino Unido, pelo que sei que ele é um grande piloto. Ele passou a temporada anterior a pilotar este carro, e conhece-o bem, o que vai ser muito importante. Sabemos que o ELMS é um campeonato muito forte, com um excelente nível de competitividade — não irá ser um ano fácil!”

Marc van der Straten, Team Owner: “Estou muito satisfeito por dar um novo passo com a BMW Motorsport. Temos trabalhado arduamente com eles nos últimos anos, e era natural que a nossa relação subisse para o próximo nível. É um momento emocionante para mim, assim como para a família Marc VDS, e ver o topo dos GTs da BMW com o nosso nome é uma verdadeira honra. Estou ansioso para ver o que a equipa pode alcançar com este programa.”

Andy Priaulx: “Este é um bom programa, e irá ser uma equipa muito agradável. Eu estou de facto muito ansioso para fazer estas cinco corridas com a Marc VDS, e espero que nós possamos ter o campeonato com o nosso nome — o que seria fantástico. De facto adoro competir em GT, pois não há um stint fácil. E gosto muito das corridas de longa distância — são excelentes, e as corridas do ELMS são de 4 Horas, que é um bom formato para partilhar o volante com outros pilotos, o que permite um bom ritmo. Além disso, existem algumas pistas fantásticas — que eu bem conheço — no calendário. Estou muito ansioso por começar.”

Fonte: Comunicados de Imprensa da Marc VDS Racing Team