AsLMS | ELMS | Notícias

European Le Mans Series

Ginetta adquire Juno e aposta no universo LMP3

por Hugo Ribeiro, 10 de Agosto de 2014 Sem Comentários

© Ginetta Cars Ltd.

Depois de uma experiência frustrada com a Zytek, a Ginetta tenta de novo entrar no universo dos protótipos, desta feita com uma ambição um pouco mais apropriada à sua capacidade de financiamento: o pequeno construtor inglês adquiriu a Juno, e apresentou o Ginetta-Juno LMP3.

Uma mão cheia de anos após a fusão parcial da Ginetta com a Zytek (que nunca passaria de promessas vagas), a Ginetta volta à carga no universo dos sport-protótipos ao adquirir o construtor Juno, fundado pelo ex-Design Engineer da Williams F1 Ewan Baldry. Em forma de solidificação desta união, nasce o Ginetta-Juno LMP3, um protótipo para a nova classe LMP3. O LMP3 encontra-se já a ser testado com recurso a tecnologia CFD, e a Ginetta mostra-se muito agradada com os primeiros resultados. Só faltam os clientes...

A Ginetta tem já planeada a construção de dez a quinze chassis (número considerado necessário para que o investimento compense), e em posterior entrevista ao site inglês Dailysportscar.com, Lawrence Tomlinson considera possível colocar seis ou sete dos novos chassis no ELMS. Em cima da mesa está a possibilidade de um ou dois destes serem inscritos pelo Team LNT, o braço de competição da Ginetta.

Lawrence Tomlinson, CEO da Ginetta Cars Ltd. “Le Mans tem um lugar especial no meu coração e é com grande prazer que posso atingir o meu objectivo de levar a Ginetta-Juno ao ELMS e ao AsLMS, como o primeiro passo de um plano alargado de competir num Ginetta nas 24 Horas de Le Mans. Existe claramente um mercado para um protótipo de primeira linha de custo acessível e não tenho dúvidas que a nossa inovadora parceria dará um combinação ganhadora.”

Ewan Baldry, fundador da Juno e novo Director Técnico da Ginetta: “O Lawrence demonstrou claramente a sua vontade de ser bem sucedido ao levar a Ginetta de um pequeno construtor a um jogador de reconhecimento mundial no automobilismo, e é fantástico poder fazer parte da sua visão para o futuro. A Juno trabalhou com sucesso em protótipos e é muito bom poder subir um degrau. Temos confiança de que o Ginetta-Juno LMP3 será uma força a ser respeitada e providencia claramente uma nova opção para que os pilotos possam progredir dentro do já estabelecido caminho para o topo da Ginetta.”

Mas a Ginetta não deverá ficar por aqui. O construtor independente inglês pondera levar o seu Ginetta G55 GT3 até ao USCC (para a classe GTD) e Tomlinson não descarta de todo o desenvolvimento de uma versão GTE deste. Certo é que o empresário britânico quer regressar a Le Mans rapidamente (conta com uma vitória na classe GT2 no seu currículo, em 2006), e com um LMP3 tal não será possível.

Fonte: Comunicado de Imprensa da Ginetta Cars Ltd. (citações) e Dailysportscar.com