Le Mans | Notícias | USCC | WEC

World Endurance Championship

ESM abandona HPD ARX-04b até ao final da temporada — Ligier Honda poderá ser solução alternativa

por Hugo Ribeiro, 10 de Março de 2015 Sem Comentários

© ESM

A ESM já não irá estrear o HPD ARX-04b. A Honda Performance Development decidiu não homologar o novo protótipo-cliente do construtor nipónico para o Campeonato do Mundo de Resistência de forma a continuar o trabalho de desenvolvimento. É possível que o LMP2 ainda rode este ano, nas etapas finais do USCC.

A Extreme Speed Motorsport (ESM) vai mudar de montada para o Campeonato do Mundo de Resistência (WEC) e para o United SportsCar Championship (USCC). Esta súbita mudança deve-se ao facto de a Honda Performance Development (HPD) ter decido que o seu novíssimo LMP2 coupe precisar ainda de significativo trabalho de desenvolvimento. O HPD ARX-04b, que se estreou nas 24 Horas de Daytona do USCC, não colocou em pista a performance esperada, e desde então que a HPD e a Wirth Research têm vindo a trabalhar em diversas melhorias.

Na semana passada, a ESM esteve no circuito de Sebring a testar os novos componentes para o ARX-04b, no entanto os resultados ficaram aquém do esperado, tanto pela equipa como pela HPD. Assim, a HPD optou por não homologar o carro para o Campeonato do Mundo de Resistência, cujo prazo terminava precisamente esta semana. A razão para esta decisão é até fácil de explicar: uma vez homologado, segundo as regras do ACO, o LMP2 não poderá sofrer qualquer desenvolvimento durante um período de três anos.

Até indicação em contrário, a ESM não deverá no entanto abandonar a HPD, da qual é a parceira oficial de desenvolvimento, mas exceptuando as 6 Horas de Silverstone (e as 12 Horas de Sebring do USCC) — onde a equipa americana irá usar o velhinho ARX-03b — a equipa americana poderá mudar-se para o chassis Ligier JS P2, equipado ainda assim com o motor Nissan. O trabalho no ARX-04b continuará e o LMP2 poderá regressar à competição lá mais para o final do ano.

Este é um grande um grande revés no programa LMP da HPD, mas também é um sintoma inequívoco da pouca atenção que este tem recebido por parte da casa-mãe. Terminado o programa de fábrica da Acura nos EUA, a Honda optou pelo WTCC e, mais recentemente por um programa de fornecimento de motores para a F1... E não havendo financiamento, não há desenvolvimento condizente. Os ultra competitivos ARX, imbatíveis na classe LMP2 há uns anos atrás, foram-no apenas enquanto as evoluções feitas no tempo do programa Acura estavam uns furos acima do melhor apresentado pelos seus rivais — o que claramente já não é o caso.

Alegadamente, os seis chassis ARX-04b haviam sido comprados para competir no WEC e no USCC este ano, mas só a ESM confirmou um programa desportivo em torno do novo LMP2 da Honda.

Fontes: Sportscar365.com e Racer.com