Grand Am | Notícias | USCC

United SportsCar Racing

Equipas LMP2 europeias de olho nas 24 Horas de Daytona

por Hugo Ribeiro, 15 de Setembro de 2013 Sem Comentários

Este é já um assunto recorrente do outro lado do Atlântico: ano após ano, notícias de que meio mundo pretende competir nas competições norte americanas de resistência são enfatizadas nos media especializados, mas no final... pouco ou nada se vê. Será 2014 um ano diferente? Segundo o novo site do jornalista norte-americano John Dagys — um dos mais diligentes lançadores de rumores e boatos no universo sportscar — OAK Racing, Greaves Motorsports, entre outras como a Jota Sport e a Murphy Prototypes, pretendem competir em Daytona em 2014.

Não se trata do habitual «correr nos EUA é melhor do que correr na Europa e queremos ir para aí o ano todo», discurso que frequentemente atinge as páginas de diversos web media especializados em sportscar nos EUA, mas sim aproveitar a nova fórmula do United SportsCar Racing que irá abrir as portas das 24 Horas de Daytona aos LMP2 (ou P2 para os norte-americanos).

Em declarações ao novo site sportscar365.com, Sebastien Philippe, Team Manager da OAK Racing, e Tim Greaves, Team Principal da Greaves Motorsport, falam de facto da vontade de ir a Daytona, até porque, numa classe que vive de clientes (leia-se gentlemen-drivers), o cliente quer - o cliente paga - a equipa vai... Mas também deixam claro que, neste momento, são mais as dúvidas do que as certezas no que toca à tão esperada equivalência entre os protótipos DP e os protótipos P2, pelo que tudo não passa ainda de uma vontade declarada.

Na verdade, no que toca a equivalências, são mais as promessas do que as certezas: a IMSA prometeu que os P2 irão manter-se fieis ao regulamento LMP2 ACO, com muito ligeiras diferenças, e que serão os DP a sofrer o grosso das alterações, mas com várias equipas DP a queixarem-se já que as alterações necessárias para colocar os mais lentos DP em pé de igualdade com os mais sofisticados P2 irão aumentar imenso os custos operacionais. Ninguém sabe ainda ao certo o que irá acontecer.

Para terminar, o site francês endurance-info também se juntou à festa, colocando a TDS Racing na lista de potenciais equipas a rumar em Janeiro a Daytona para a grande clássica de resistência norte-americana.

Fonte: sportscar365.com e endurance-info.com