GT / Protótipos | Notícias | Portugueses

CNV / Algarve: Corrida

CRM Motorsport e BP Ultimate Vodafone Team dividem vitórias na jornada dupla no CNV em Portimão

por Press Release (edição: Hugo Ribeiro), 24 de Julho de 2014 Sem Comentários

Fonte: Racing weekends

A jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) no Autódromo Internacional do Algarve abriu com a primeira sessão de treinos livres do Campeonato Nacional de Velocidade no sábado, com Francisco Abreu a dar o mote. Na segunda sessão foi realizada com pista húmida, devido a um breve aguaceiro que caiu no circuito, os mais rápidos foram José Pedro Fontes e Miguel Barbosa. Nas duas corridas do fim-de-semana, a CRM Motorsport e a BP Ultimate Vodafone Team dividiram entre sí as vitórias.

Qualificação

Após o almoço decorreram as duas sessões de qualificação, que definiram as grelhas de partida para as duas corridas do fim-de-semana. Na primeira, José Pedro Fontes com o Tattus PY12 assinou a melhor marca, batendo Gonçalo Araújo e Carlos Vieira, numa sessão em que os cinco primeiros cabiam em 1,045s, o que deixava antever uma animada corrida ao final do dia. No segundo treino cronometrado foi a vez de Nicola de Val rubricar o melhor tempo, batendo desta vez Miguel Cristovão. A diferença entre os cinco melhores foi outra vez pouco superior a um segundo, mais precisamente 1,070s.

Fonte: CRM Motorsport

Fonte: CRM Motorsport

Corrida 1

Estavam assim lançados os dados para o fecho do dia no AIA. No momento do arranque José Pedro Fontes sai melhor, mas rapidamente perde o primeiro lugar para Gonçalo Araújo e pouco depois cede também a segunda posição a Carlos Vieira. Os dois homens da frente entraram depois numa luta sem quartel, que acabou com um desentendimento entre os dois, que os obrigou a passar pela boxe, tendo Vieira mesmo de cumprir um “drive through”.

Com isto, quando se iniciaram as paragens nas boxes era José Pedro Fontes que estava na frente e o piloto portuense foi mesmo o último a parar. E esse acabou por ser o momento da corrida, uma vez que Fontes excedeu o limite de velocidade na via das boxes e pouco depois Miguel Barbosa teve de cumprir também um “drive through”. “Foi um erro meu. Fiz tudo normal, meti mesmo primeira mas não me apercebi. São coisas das corridas” explicou José Pedro Fontes.

Com todas estas peripécias emergiram na frente Nicola de Val, que já tinha recebido o volante das mãos do irmão gémeo Stefano, e Francisco Abreu. A dupla italiana conseguiu gerir a corrida até ao final, enquanto Abreu viu Miguel Barbosa aproximar-se perigosamente nas voltas finais e terminar colado. Mais uma volta e talvez o segundo lugar tivesse mudado de mãos.“Foi uma boa corrida, mas no início faltava-nos um pouco de velocidade de ponta para conseguir ir com o grupo da frente. Depois partiu-se também um pouco do extractor, o que dificultou também um pouco mais as coisas. Coloquei o meu ritmo e tive de me defender do Francisco (Abreu) que estava muito rápido”, começou por explicar Stefano de Val, que passou o volante ao irmão Nicola para a segunda metade da prova. “Limitei-me a manter o bom andamento do meu irmão e tirar partido da penalização dos líderes. Amanhã saímos da pole position e espero que possamos repetir a vitória, num circuito espectacular e que tem algumas semelhanças com o Mugello”, rematou.

Entre os GT a vitória ficou para a dupla do Porsche António Nogueira e António Coimbra.

P.ºCl.N.PilotosChassisVLTDif.
1.ºSP88Stefano de Val / Nicola de ValWolf G80828(51:22.319s)
2.ºSP11César Campaniço / Francisco AbreuTatuus PY01228+4.613s
3.ºSP7José Pedro Fontes / Miguel BarbosaTatuus PY01228+4.974
4.ºSP33Carlos Vieira / Pedro SalvadorTatuus PY01227-1 volta
5.ºSP51Gonçalo Araújo / Miguel CristovãoNorma M20FC27-1 volta
6.ºSP32Eugénio Montez / Sérgio MontezNorma M20FC27-1 volta
7.ºGT32António NogueiraPorsche 911 GT3 R27-1 volta
8.ºSP24Armando Parente / Rafael LobatoRadical SR327-1 volta
9.ºSP52Mnaessens Donald / Geemtjens WimRadical SR326-2 voltas
10.ºGTS16Michael MunemannGinetta G5025-3 voltas
11.ºGTC22Amândio DiasPorsche 911 GT3 CUP24-4 voltas
Desistências
SP77António Ricciardi / Nuno SantosWolf G8088
Não Alinharam
SP40Colin BainRadical SR3
Fonte: Racing weekends

Fonte: Racing weekends

Corrida 2

A corrida do Campeonato Nacional de Velocidade realizada ao início da tarde deste Domingo no AIA foi talvez a mais espectacular do ano. No momento em que os pilotos arrancaram para a volta de apresentação, Pedro Salvador ficou parado na grelha, sendo por isso obrigado a arrancar da via das boxes.

Nicola de Val tirou o melhor partido da pole position e liderou na fase inicial, enquanto atrás de si começavam as trocas de posição entre Francisco Abreu, Miguel Cristovão e Miguel Barbosa. O piloto de Tomar deu ainda na fase inicial da corrida um ligeiro toque no carro de Miguel Barbosa, que ficou com a frente danificada. José Pedro Faria faz um pião e obriga à entrada do safety car que reagrupa o pelotão e permite a Pedro Salvador chegar ao grupo da frente, ele que rodava já no quinto lugar. No recomeço da corrida Miguel Cristovão assume o comando, enquanto Salvador passa Barbosa e pouco depois faz o mesmo a Francisco Abreu, subindo para terceiro. Nesta manobra os dois pilotos tocam-se e Abreu perde algum tempo.

A corrida entrou depois em tempo de troca de pilotos e no final desta operação José Pedro Fontes, que tinha ocupado o lugar de Miguel Barbosa, surgia na frente da corrida. Os irmãos de Val foram penalizados com um "drive through" e cairam para terceiro, deixando a perseguição ao líder nas mãos de Gonçalo Araújo. A cerca de 10 minutos do final a corrida parecia estar resolvida e foi então que de repente tudo mudou. José Pedro Fontes passou a debater-se com problemas no carro, entrava em safe mode, enquanto Araújo tinha dificuldades com a caixa de velocidades. As trocas de posição entre os dois foram uma constante nas derradeiras voltas, sendo que na última Araújo voltou para o comando no final da recta, perdendo depois essa posição quatro curvas do final.

Naturalmente que depois de uma corrida assim José Pedro Fontes estava muito contente. "Já não me lembro de ter uma corrida assim. Cheguei a pensar que não iria terminar, mas aos poucos convenci-me que ia ser assim até ao final. Quero dar aos parabéns ao Gonçalo que foi um adversário muito leal e sobretudo a toda a equipa pelo fantástico trabalho do fim-de-semana. Ontem perdemos uma vitória quase certa devido a um erro meu, mas hoje confirmámos o bom andamento", explicou Fontes. Por seu lado Miguel Barbosa estava igualmente contente, ele que teve um início de corrida algo preocupante. "Depois do toque do Cristovão, que talvez não me tenha visto, a frente ficou solta e a minha preocupação era que ficasse a roçar no pneu e acabasse por furar. Depois o Zé Pedro fez um excelente turno e este é o corolário do bom trabalho feito ao longo do ano", referiu.

Gonçalo Araújo e Miguel Cristovão terminaram a corrida no segundo lugar, enquanto Stefano e Nicola de Val fecharam o pódio. Entre os GT a vitória ficou para António Nogueira e António Coimbra.

P.ºCl.N.PilotosChassisVLTDif.
1.ºSP7José Pedro Fontes / Miguel BarbosaTatuus PY01227(50:49.074s)
2.ºSP51Gonçalo Araújo / Miguel CristovãoNorma M20FC27+0.171s
3.ºSP88Stefano de Val / Nicola de ValWolf G80827+26.459 1s
4.ºSP11César Campaniço / Francisco AbreuTatuus PY01227+1:18.560s
5.ºGT32António NogueiraPorsche 911 GT3 R26-1 volta
6.ºSP24Armando Parente / Rafael LobatoRadical SR326-1 volta
7.ºSP52Mnaessens Donald / Geemtjens WimRadical SR326-1 volta
8.ºGTS16Michael MunemannGinetta G5025-2 voltas
9.ºGTC22Amândio DiasPorsche 911 GT3 CUP23-4 voltas
Desistências
SP33Carlos Vieira / Pedro SalvadorTatuus PY01212
SP32Eugénio Montez / Sérgio MontezNorma M20FC6
SP77António Ricciardi / Nuno SantosWolf G8081
Não Alinharam
SP40Colin BainRadical SR3