GT / Protótipos | Notícias | Portugueses

GT Open / Estoril: Rescaldo

Álvaro Parente: “Estamos na luta pelo campeonato e isso é o mais importante”

por Press Release, 11 de Maio de 2015 Sem Comentários

Fonte: ComSegue

Corrida 1: Álvaro Parente e Miguel Ramos alcançam liderança

Álvaro Parente e Miguel Ramos realizaram uma prestação notável na primeira corrida do programa do Estoril do International GT Open, vendo a bandeirada de xadrez no quarto posto, a um suspiro do pódio, o que lhes permite alcançar a liderança do campeonato.

Depois de qualificar o McLaren 650S da Teo Martín Motorsport na oitava posição da grelha de partida, apesar de ter sido prejudicado por um adversário na sua volta lançada, Miguel Ramos protagonizou um bom turno e, com um ritmo consistente, conseguiu entregar o carro britânico a Álvaro Parente no sexto lugar.

O piloto oficial da McLaren GT, por seu lado, encetou uma bela recuperação, envolvendo-se em lutas intensas com alguns adversários, vendo a bandeirada de xadrez na quarta posição lado a lado com o terceiro classificado, ficando a diferença entre os dois registada em apenas quarente e dois milésimos de segundo. “O carro estava muito bom e tanto eu como o Miguel pudemos atacar durante os nossos turnos. Tive algumas lutas ao longo da segunda parte da prova, por vezes até com alguma agressividade excessiva da parte dos meus adversários, mas consegui chegar ao quarto lugar. Fiquei perto de subir ao pódio, saí da Parabólica à frente do terceiro classificado, mas ele tinha mais velocidade de ponta e não pude fazer nada. Este resultado é muito bom e permite-nos ascender ao comando do campeonato”, afirmou Álvaro Parente.

Amanhã disputa-se a segunda corrida do programa , que terá o seu início às 13h00, e será o piloto oficial da McLaren GT a realizar o primeiro turno, uma vez que será ele também a efectuar a qualificação, mostrando-se optimista apesar do handicap de vinte e cinco segundos que a equipa tem pela frente. “Sabemos que vai ser difícil alcançar o pódio com o handicap que temos, mas vamos lutar por continuar a registar bons resultados e manter a liderança do campeonato. Temos um bom carro, uma boa equipa, eu e o Miguel estamos bem e vamos dar o máximo”, concluiu Álvaro Parente.

Corrida 2: Safety-Car estraga planos de Álvaro Parente e Miguel Ramos

Álvaro Parente e Miguel Ramos terminaram a segunda corrida do programa do Estoril do International GT Open no quinto lugar, tendo demonstrado um andamento fortíssimo que um Safety-Car interrompeu, impedindo-os de ir mais além.

Depois do bom quarto posto de ontem, hoje os homens do McLaren 650S da Teo Martín Motorsport arrancaram do segundo lugar, após uma boa qualificação do piloto oficial da McLaren GT, mas os vinte e cinco segundos de handicap que tinham para este domingo deixava antever uma prova difícil.

Álvaro Parente arrancou bem, mantendo-se sempre no encalço do primeiro classificado, abrindo os dois uma vantagem considerável para os seus perseguidores. Quando o líder se atrasou devido a problemas técnicos, o português assumiu o comando, continuando a cavar uma vantagem para o restante pelotão, que se chegou a cifrar em mais de nove segundos.

No entanto, na décima terceira volta qualquer possibilidade de conquistar um pódio esfumaram-se, uma vez que o Safety-Car entrou em pista devido a um despiste de um adversário, reagrupando o pelotão.

Álvaro Parente ainda conseguiu abrir uma margem para os seus perseguidores, depois da prova ter sido retomada, mas quando Miguel Ramos assumiu os comandos do McLaren 650S da Teo Martín Motorsport era apenas sexto classificado.

O português conseguiu recuperar, subindo ao quinto posto, colado ao grupo que lutava pela segunda posição, lugar em que cruzou a linha de meta. “Sabíamos que teríamos uma corrida difícil, devido ao nosso handicap, mas atacámos desde o início e mostrámos sempre um andamento muito rápido. Acredito que poderíamos chegar ao pódio, o que teria sido fantástico para todos os que vieram ao Autódromo do Estoril para nos apoiar. O Safety-Car acabou por nos tirar qualquer possibilidade de alcançar esse objectivo. Foi o resultado possível”, afirmou Álvaro Parente.

Apesar de um fim-de-semana difícil, Álvaro Parente e Miguel Ramos continuam na luta pela competição de pilotos, figurando agora na segunda posição a um ponto dos líderes, tendo ainda o ponto positivo de não terem qualquer handicap para a primeira corrida da próxima ronda do International GT Open. “Estamos na luta pelo campeonato e isso é o mais importante, uma vez que esse é o nosso desiderato. Vamos para Silverstone sem handicap, o que nos permitirá lutar por um lugar no pódio, uma vez que o carro é muito competitivo, a equipa está muito bem e eu e o Miguel estamos em boa-forma. Não existe motivo para não podermos voltar a estar entre os três primeiros”, apontou com confiança o piloto oficial da McLaren GT.

A próxima ronda do International GT Open disputa-se em Silverstone entre os próximos dias 5 e 7 de Junho, mas Álvaro Parente realizará uma visita ao circuito britânico a 23 e 24 Maio, quando se disputará a segunda etapa do Blancpain Endurance Series.

Comunicado de Imprensa do piloto Álvaro Parente