ELMS | Le Mans | Notícias

European Le Mans Series

Alpine estabelece objectivos para 2014 — segundo carro poderá ficar na garagem

por Hugo Ribeiro, 20 de Março de 2014 Sem Comentários

© Team Signatech-Alpine

© Team Signatech-Alpine

A Alpine regressou às pistas no ano passado, tendo para isso escolhido o ELMS e as 24 Horas de Le Mans. No final, uma vitória e três pódios são o saldo da temporada 2013 embelezada pelo título ELMS. Este ano, a defesa do título é o objectivo, mas a prioridade são mesmo as 24 Horas de Le Mans.

Confirmado o regresso para mais uma temporada, numa demonstração de que o projecto da Alpine não era fogo de vista, chegou a altura de falar em objectivos. Muito se falou no defeso, incluindo um programa duplo ELMS/WEC com um carro em cada uma das competições, mas a renascida marca francesa não pretende dar um passo maior que a passada, mesmo depois de ter conquistado os títulos de pilotos e de equipas na temporada 2013 do European Le Mans Series (ELMS). Para 2014, a Alpine pretende defender os títulos conquistados na temporada anterior, mas a grande prioridade da época são as 24 Horas de Le Mans. Depois de um bom desempenho em 2013, a equipa pretende um lugar no pódio... de preferência o mais alto.

Mas apesar de ter inscritos dois Alpine (Oreca) A450 no ELMS, o mais certo é que a equipa francesa se faça representar com apenas um carro ao longo da temporada. Le Mans é o grande chamariz, é a razão pela qual o investimento surge, e o facto de uma chassis ter ficado na lista de reservas complica as intenções da Alpine, como um porta voz da equipa confirmou ao site inglês dailysportscar.com. Nada que no entanto venha a alterar os objectivos da marca para 2014. Nelson Panciatici — Campeão em 2013 — foi o primeiro dos pilotos confirmados, tendo-se juntado a este uma das revelações do ano anterior na LMPC (um dos Campeões), Paul-Loup Chatin.

Ontem, foi confirmado o terceiro piloto:  Oliver Webb. O jovem britânico marcou presença na Formula Renault 3.5, e, curiosamente, já competiu em Portugal, nomeadamente na Portugal Winter Series FR2.0 em 2008.

Bernard Ollivier, CEO da Alpine-Caterham:
“Um novo capítulo na extraordinária história da marca iniciou-se na última temporada. Estávamos cientes de que se tratava de um programa ambicioso quando foi anunciado, mas o talento de todos na equipa, e o seu trabalho árduo, ajudaram-nos a reclamar os primeiros sucessos na era moderna. E isso foi apenas o início da aventura. As raízes da Alpine estão no automobilismo, na aventura humana, no gosto pelos desafios técnicos e na produção de carros entusiasmantes. Temos também um chamamento internacional e estamos encantados por poder anunciar um britânico no nosso alinhamento de pilotos para 2014. ”

Philippe Sinault, Team Principal da Signatech-Alpine:
“Vencer o título de equipas e de pilotos em 2013 foi uma recompensa tremenda pelo esforço de todos. A aventura humana iniciada em 2013, a popularidade do regresso da Alpine ao automobilismo e os diferentes troféus conquistados, despoletaram uma energia incrível, e a nossa segunda temporada promete ser ainda mais cativante! Todos na equipa estão prontos para o desafio e o foco da sua motivação são as 24 Horas de Le Mans.”

Nelson Panciatici, piloto Alpine A450:
“Desde que venci o título ELMS, tudo o quero fazer é ganhar mais corridas. Estamos determinados em defender os nossos títulos, mas também em ter um bom desempenho em Le Mans. O Paul-Loup Chatin e o Oliver Webb são dois fortes colegas de equipa.”

Paul-Loup Chatin, piloto Alpine A450:
“É mais um degrau na escada. Mudar-me para a Signatech-Alpine foi uma aposta arriscada, mas os títulos ganhos em 2013 são a prova de que o projecto foi construído sobre alicerces sólidos. O objectivo agora passa por continuar a curva ascendente. E cabe-nos a nós estar à altura das ambições da equipa.”

Oliver Webb, piloto Alpine A450:
“Esta é uma nova aventura para mim. Gosto do espírito que se vive na endurance e fui atraído também pela ideia da competição em equipa. Pilotar para a Signatech-Alpine é a forma ideal de entrar na disciplina. A Alpine faz parte da herança da indústria automóvel e está fortemente associada a Le Mans. Já começamos a trabalhar juntos e encontrei um ambiente muito profissional, amigável e uma grande união. Há uma excelente atmosfera e isso foi certamente determinante nos resultados até agora obtidos.”

Fonte (citações): Comunicado de Imprensa da Alpine